Exposição à sujeira aumenta a nossa imunidade?

Em algum momento da sua vida, é provável que você já tenha escutado falar que "um pouco de sujeira faz bem para a saúde". Mas até que ponto essa informação é verdadeira? Desde a chegada da pandemia de covid-19, a higienização se tornou um ponto de foco na sociedade, e rumores de que a falta de limpeza pode ajudar o nosso organismo a se proteger de inflamações e doenças causaram confusão.

Todo esse cenário é baseado em uma teoria científica chamada de "hipótese higiênica", a qual sugere que o excesso de limpeza pode causar má formação do sistema imune levando a uma ampla gama de doenças inflamatórias. Então, vamos entender mais desse tema e saber quais são as opiniões dos especialistas.

Hipótese higiênica

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

A crença de que lavar muito as mãos ou manter tudo sempre extremamente limpo enfraquece o seu sistema imunológico provavelmente nasceu da hipótese higiênica, cujo conceito diz que crianças expostas a mais vírus, bactérias e outros patógenos no começo da vida se tornam mais resistentes às doenças. 

Essa ideia surgiu após algumas observações científicas feitas em países em desenvolvimento, onde as crianças supostamente estariam expostas a mais patógenos e teriam apresentado menores índices de algumas doenças, como alergias e asma. Apesar de essa teoria fazer sentido, entretanto, não existem muitos dados científicos que comprovem essa transformação no sistema imunológico.

Em outras palavras, não existe qualquer consenso entre pesquisadores de que isso seja uma verdade absoluta. Em geral, existem também muitos outros fatores que podem afetar a saúde imunológica que não estão relacionados à higiene e, portanto, deixar de lavar as mãos não parece ser algo prudente a se fazer.

Cuidando do próprio corpo

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Como não sabemos ao certo o potencial de adaptação do nosso organismo aos agentes patógenos, não há motivos para abandonar a cautela em relação à limpeza. Isso significa que seus filhos devem ser mantidos dentro de casa e que você deve evitar o contato com qualquer coisa no mundo que não tenha sido lavada com abundantes doses de álcool? Absolutamente não.

O contato com a natureza e as atividades recreativas são fundamentais, sobretudo no começo da vida de uma pessoa, mas também não podemos deixar de lavar as mãos e tomar conta do nosso corpo por acharmos que ele vai combater qualquer tipo de vírus por conta própria.

Especialmente em um período delicado como esse da pandemia de covid-19, termos um pouco de cuidado com situações externas e encontrarmos métodos eficazes para nos mantermos longe de qualquer doença é ótimo para a saúde individual e coletiva da sociedade onde vivemos.

Medidas de prevenção

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Se estar em contato com a sujeira não é o único fator que potencialmente pode elevar o nosso sistema imunológico, quais são as outras práticas que podemos adotar em nosso dia a dia para nos sentirmos mais saudáveis? Para manter as suas defesas fortes, você pode adotar alguns dos passos a seguir.

  • Aprenda a lidar com o estresse: pessoas muito estressadas liberam maiores quantidades de cortisol. Essa substância pode gerar inflamações e diminui a capacidade de resposta do nosso organismo.
  • Alimente-se bem: dietas saudáveis com muita fibra e menos gorduras podem deixar o seu corpo mais disposto e saudável.
  • Seja ativo: a prática regular de exercícios é essencial para manter o seu sistema imunológico em dia.
  • Durma bem: um adulto médio precisa de 7 a 9 horas de sono durante a noite para deixar seu organismo funcionando corretamente.
  • Fuja de substâncias nocivas: fumar e o consumo excessivo de álcool podem enfraquecer suas defesas.
Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.