(Fonte da imagem: Shutterstock)

De acordo com uma notícia publicada pela Smithsonian Magazine, um estudo conduzido pela Universidade da Califórnia apontou que o triclosan, uma substância normalmente encontrada na composição de sabonetes e produtos bactericidas, pode afetar o funcionamento dos tecidos musculares de humanos e animais.

Os pesquisadores se basearam na quantidade de tricosan com a qual um consumidor entraria em contato através do uso diário de produtos com essa substância, avaliando os efeitos que uma quantidade equivalente desse composto poderia causar em células de músculos estriados e do coração.

Mais prejudicial do que benéfico

Depois de aplicar o triclosan aos tecidos de ratinhos de laboratório, os cientistas utilizaram um estímulo nervoso para forçar a contração das células musculares, observando que a substância interage com as proteínas que atuam em seu funcionamento, fazendo com que a contração fosse muito mais lenta e fraca.

Segundo os pesquisadores, os ratos mostraram 18% menos força para agarrar objetos depois de apenas uma única dose de triclosan. Outro experimento, realizado com peixes, mostrou que após uma semana de exposição à substância esses animais passaram a nadar mais lentamente.

Os cientistas temem que pacientes cardíacos possam sofrer consequências catastróficas devido aos efeitos dessa substância sobre os tecidos musculares, ressaltando que o triclosan, além de ser encontrado na composição de sabonetes e produtos para higienizar as mãos, também pode ser encontrado em enxaguantes bucais, pastas de dentes e até em utensílios culinários.

Fontes: Smithsonian Magazine e PNAS