(Fonte da imagem: Thinkstock)

Você já deve ter ouvido mais de uma vez aquele velho conselho de que faz bem consumir uma barra de chocolate ou qualquer tipo de doce antes ou durante alguma prova importante, não é mesmo? Pois, de acordo com uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade da Califórnia, consumir açúcar demais pode não ser tão bom assim, e ingerir muitos doces por um período de apenas seis semanas pode, inclusive, nos deixar menos inteligentes!

Segundo o site newswise, que publicou a notícia, os pesquisadores descobriram que dietas ricas em açúcares podem afetar as funções cerebrais relacionadas ao aprendizado e à memória, e alimentos com alto conteúdo de xaropes de frutose em sua composição são os mais problemáticos. Essa substância é seis vezes mais doce do que o açúcar obtido da cana e é muito comum em alimentos processados, sendo utilizada como adoçante ou conservante.

Loucos por doces

Durante o estudo, os pesquisadores avaliaram o desempenho de dois grupos de ratinhos, um seguindo uma dieta rica em açúcares e o outro uma dieta livre dessa substância. Os cientistas observaram que o grupo “formiguinha” apresentou sérios problemas para realizar testes simples apenas seis semanas após iniciarem a dieta.

Conforme explicaram os cientistas, os ratinhos-formiga apresentaram uma performance bem mais lenta do que os animais do outro grupo, e suas células cerebrais mostraram dificuldades para enviar sinais umas às outras, prejudicando a memória e raciocínio dos bichinhos. Além disso, os pesquisadores também observaram que a insulina havia perdido parte de sua influência no cérebro, acentuando o problema com as funções relacionadas ao aprendizado e à memória.

Contudo, se você simplesmente não consegue ficar longe dos doces, tente reduzir o seu consumo a um mínimo possível e comece a consumir alimentos ricos em ômega 3, pois os pesquisadores também descobriram que esses ácidos graxos funcionam como uma espécie de antídoto contra a overdose de açúcares.

Fontes: Universidade da Califórnia e newswise