Fusca azul: conheça a origem da brincadeira que gera socos e tapas
164.276
Compartilhamentos

Fusca azul: conheça a origem da brincadeira que gera socos e tapas

Último Vídeo

Que dê o primeiro soco aquele que nunca brincou de Fusca azul! Para quem não é deste planeta e não sabe como funciona, basta você dar uma pancadinha ou um tapa em um amigo ao avistar um carro desse modelo e dessa cor. Cada região ou grupo tem suas próprias regras, mas algumas são mais padrões.

Por exemplo: se o Fusca em questão não for azul, o amigo que apanhou pode revidar em dobro. Além disso, é sempre primordial que seja apontado por qual Fusca você está batendo, para ninguém repetir o tapa pelo mesmo carro. Essa brincadeira violenta já gerou várias brigas por aí, mas você sabe quando ela começou?

Existem algumas teorias, mas nenhuma conclusão definitiva. Acredita-se que o inventor tenha sido Henry Ford, um dos gênios da indústria automobilística do início do século 20. Naquela época, os veículos saíam das fábricas apenas na cor preta, já que ela seca mais rápido que as demais e faz com que a linha de produção consiga fazer mais carros por dia.

Acontece que, certa vez, no ano de 1914, um erro na mistura de cores deixou a tinta menos escura do que deveria. Os modelos Ford T começaram a sair com um tom de azul escuro, algo que desagradou ao dono da marca a ponto de ele desferir um tabefe nas costas do responsável pela besteira. Esses carros coloridos ficaram restritos ao uso interno pelos funcionários, que passaram a imitar a atitude do chefe quando viam algum dos veículos.

Mas o que o Fusca tem a ver com isso?

É importante ressaltar que essa história de Henry Ford aconteceu lá nos Estados Unidos e que a tradição supostamente se manteve ao longo dos anos por lá. Já na década de 1960, ela acabou sendo mudada com a popularização do Fusca, chamado no mercado norte-americano de Beetle, que pode traduzido para o português como “besouro”.

Na terra do Tio Sam, o carro também é chamado de Bug ou Buggy, que são variações para “inseto”. A brincadeira consiste em “esmagar o inseto” – em inglês, “punch buggy”. A cor não é importante, já que o que vale mais é a quantidade de “insetos” acertados no braço de seu coleguinha distraído.

No Brasil, as duas histórias se misturaram, supostamente com a própria Volkswagen usando o tapa de Henry Ford por conta da cor azul para divulgar o seu novo carro. O marketing agressivo se espalhou e até hoje a brincadeira é aplicada por gerações de crianças – e até de marmanjos – que não podem ver um Fusquinha azul que já procuram um braço alheio para socar.

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.