Será que golfinhos fazem bem à saúde? Não necessariamente
148
Compartilhamentos

Será que golfinhos fazem bem à saúde? Não necessariamente

Último Vídeo

Você provavelmente é desses que considera golfinhos animais felizes e sorridentes, certo? Então talvez o que você vai descobrir a seguinte seja chocante, mas esses bichinhos não são tão felizes assim. Pelo menos não o tempo todo, como parecem.

De acordo com a pesquisadora Lori Marino, os golfinhos aparentam tamanha simpatia devido ao formato de suas mandíbulas, o que faz com que eles pareçam sorrir com frequência. Essa crença humana de que golfinhos são animais felizes e simpáticos é praticamente unânime e, acredite ou não, existem até terapias psicológicas baseadas na aparente felicidade desses animais.

De longa data

Fonte da imagem: Reprodução/AeonMagazine

Essas terapias têm como base o nado com golfinhos, partindo do princípio de que manter proximidade com esses bichinhos pode fazer bem. Existem seminários e palestras ao redor do mundo, promovidos para que as pessoas saibam da existência desse tipo de tratamento, inclusive. Muitos pacientes são crianças autistas, cujos pais pagam milhares de dólares por sessão.

A proposta, nesse caso, consiste em explorar as formas de comunicação e sociabilidade das crianças com esse tipo de condição. Em artigo publicado no portal Aeon, Marino explica que essa relação entre humanos e golfinhos é muito antiga e, na mitologia, esses animais eram considerados uma espécie de canal mágico para a felicidade.

Ela desmistifica, porém, a funcionalidade terapêutica do nado com esse tipo de animal. Segundo a pesquisadora, esse tipo de atividade supercara tem o mesmo efeito motor e social que a prática de correr ao lado de um cachorro. E aí, o que você achou disso?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.