Estudo revela que pequenos animais enxergam em câmera lenta
78
Compartilhamentos

Estudo revela que pequenos animais enxergam em câmera lenta

Último Vídeo

Será que todos os animais enxergam da mesma forma? Segundo um novo estudo publicado no Science Direct, os processos de visão podem variar, e os animais menores têm um sistema diferente, que faz com que eles enxerguem em câmera lenta.

De acordo com a pesquisa, em geral quanto menor for o animal, mais informação ele pode ver em uma pequena quantidade de tempo. Isso significa que alguns animais de porte menor veem, essencialmente, em câmera lenta. Mas como eles conseguiram descobrir a quantidade de informações que um animal pode ver em um segundo?

A equipe examinou uma característica chamada frequência crítica de fusão de luz vacilante, que mede a rapidez com que o olho pode processar um piscar de luz. Se a frequência de fusão de luz vacilante do animal é inferior a quatro piscadas por segundo (4 Hz), os flashes não se parecerão como “quadros”, e sim como uma luz constante.

Para se ter uma ideia, imagine olhar para uma luz estroboscópica, mas de forma cada vez mais rápida até que ela não oscile mais e se torne apenas uma luz comum. Esse é o fenômeno que os pesquisadores estavam buscando. Os seres humanos enxergam em 16 Hz, ou 16 vezes por segundo, então os vídeos feitos para nós precisam atualizar a tela mais rápido do que 16 Hz para parecerem constantes.

Mas pequenos animais têm uma frequência crítica muito maior do que a nossa, como alguns pássaros e esquilos. Geralmente, quanto maior e mais velho o animal, mais lenta a sua visão. Você pode conferir a pesquisa completa neste link

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.