9 animais que viveram mais do que o ser humano mais velho do mundo
264
Compartilhamentos

9 animais que viveram mais do que o ser humano mais velho do mundo

Último Vídeo

Uma das pessoas mais velhas registradas oficialmente no mundo foi Jeanne Calment, uma cidadã francesa que morreu em 1997 com 122 anos e 164 dias de idade. Ela viveu duas guerras mundiais, viu os homens chegarem à lua e testemunhou o nascimento da Internet. Mas não são apenas alguns humanos que guardam essa capacidade de longevidade.

Existem animais que vivem tanto tempo quanto Jeanne ou muito mais anos e têm até mesmo séculos de vida. Logo abaixo você pode conferir nove dessas espécies que já viveram mais tempo do que qualquer ser humano em nosso planeta.

1 – Molusco Arctica islandica – 507 anos

Twisted Sifter

O nosso mais velhinho da lista fica com um exemplar do Arctica islandica, que é uma espécie de molusco bivalve comestível da família Arcticidae. Esta espécie é nativa do norte do Oceano Atlântico e colhida comercialmente como fonte de alimento. Ela também é conhecida por um número de diferentes nomes comuns, incluindo Cyprine islandês, mogno quahog e quahog negro.

Esses moluscos vivem na água entre 25 e 1,3 mil pés de profundidade, e são conhecidos por viver uma vida excepcionalmente longa, sendo que dois exemplares encontrados em 2006, por uma equipe de pesquisadores na Islândia, foram registrados com a surpreendente idade de 375 anos e 507 anos cada!

O tempo de vida dos dois moluscos foi verificado pela contagem dos anéis que formam a concha e pelo teste geoquímico de carbono-14. Você pode conferir muito mais detalhes dessa incrível descoberta neste outro artigo do Mega Curioso.

2 – Baleia-boreal – 211 anos

A baleia-boreal (Balaena mysticetus) é um mamífero aquático da mesma família da baleia franca Balaenidae. Ela pode crescer até 20 metros de comprimento e pesar de 75 a 100 toneladas, perdendo apenas para a baleia azul no peso.

Ela vive inteiramente em águas do Ártico e sub-Ártico, ao contrário de outras baleias que migram para se alimentar ou reproduzir em águas mais quentes de baixa latitude. Em um artigo de ciência escrito por Ned Rozell, do Instituto Geofísico da Universidade de Alaska Fairbanks, uma baleia foi analisada como tendo a idade de 211 anos.

O método de verificação de tempo de vida utilizado mediu as mudanças no ácido aspártico no globo ocular de um exemplar e tem uma margem de precisão de cerca de 16%, significando que a baleia de 211 anos de idade poderia ter entre 177-245 anos de idade. Isso a tornaria como o mais antigo mamífero conhecido que existe.

3 – "Adwaita" a tartaruga gigante de Aldabra – 256 anos

Adwaita (que significa "primeiro e único" em sânscrito) era o nome de uma tartaruga Aldabra macho gigante, que pesava 250 quilos, no Jardim Zoológico de Kolkata, na Índia. Ela estava entre os animais com maior longevidade doo mundo e acredita-se ser a mais antiga tartaruga já registrada.

De acordo com a BBC, os registros históricos mostram que ela era um animal de estimação do general britânico Robert Clive, da Companhia das Índias Orientais, e passou vários anos em sua propriedade antes de ser levada para o Jardim Zoológico de Alipore em Calcutá, há cerca de 130 anos atrás. Uma avaliação feita com o processo do carbono-14 ainda será feita no casco da Adwaita para fornecer uma análise ainda mais precisa de sua idade.

4 – "Hanako", a carpa Koi – 226 anos

Os peixes Koi são variedades decorativas de carpa comum (Cyprinus carpio) que são mantidas em lagos artificiais internos ou em jardins exteriores, principalmente em países orientais. As variações de Koi são distinguidas pela coloração, padronização e escamas. Eles também são conhecidos por viverem por muitos anos, fazendo parte de uma espécie conhecida pela longevidade.

A idade de um peixe é calculada da mesma forma como se investiga a idade de uma árvore contando seus anéis. Dessa maneira, a maioria dos peixes tem anéis de crescimento em suas escamas. Esta técnica foi utilizada para estimar a idade de Hanako, a mais antiga carpa koi do mundo, que morreu em 07 de julho de 1977, com a idade de 226 anos.

5 – Esturjão – 125 anos

Integrantes de uma das mais antigas famílias de peixes ósseos que existem, os esturjões são nativos de rios, lagos e zonas costeiras da Eurásia e América do Norte subtropicais, temperadas e sub-árticas.

Esses peixes chegam a tamanhos que vão de dois a três metros de comprimento, mas algumas espécies podem chegar a cinco metros e meio. Em abril de 2012, o Departamento de Recursos Naturais do Estado de Wisconsin (EUA) registrou um esturjão com 125 anos de idade, que media cerca de dois metros e vinte de comprimento e pesava 108 quilos.

O peixão ancião foi devolvido ao rio depois do registro para continuar a sua longa vida. Ele também foi o maior já capturado em Wisconsin.

6 – Peixe olho-de-vidro laranja – 149 anos

O olho-de-vidro laranja é um peixe ósseo de grande profundidade de alto-mar pertencente à família Trachichthyidae. Ele é encontrado em águas profundas — de 180 a 1,8 mil metros — no Oceano Pacífico Ocidental, leste do Oceano Atlântico, Indo- Pacífico e no Pacífico Oriental do Chile.

A idade máxima publicada de um exemplar dessa espécie foi de 149 anos e foi determinada por meio de datação radiométrica de traços de isótopos, que foram encontrados em otólitos (calcificação do ouvido interno) do peixe olho-de-vidro.

7 – Mexilhões de pérola de água doce – 210 a 250 anos

O mexilhão pérola de água doce, nome científico Margaritifera margaritifera, é uma espécie ameaçada de molusco bivalve. Esta espécie é capaz de produzir pérolas de qualidade e foi historicamente explorada na busca dessas preciosidades em fontes selvagens.

Há pouco tempo atrás, o especialista em moluscos, o russo Valeriy Ziuganov, ganhou reconhecimento mundial depois que ele descobriu que o mexilhão pérola exibiu a senescência mínima (ou seja, a falta de sintomas do envelhecimento). Em suas pesquisas, foi avaliado que a espécie possui um tempo de vida máximo de 210 a 250 anos.

8 – Ouriço-do-mar vermelho - 200 anos

O  Franciscanus strongylocentrotus, comumente chamado de ouriço-do-mar vermelho (embora sua cor possa variar de rosa ou laranja até quase preta), é uma espécie encontrada no Oceano Pacífico, do Alasca até à Califórnia, sendo conhecido por sua longevidade. Ele vive em águas rasas, sendo normalmente encontrado em costas rochosas que são protegidas da ação das ondas extremas.

O corpo esférico do ouriço é completamente coberto por espinhos afiados que podem crescer até oito centímetros. De acordo com uma pesquisa feita por Thomas A. Ebert, do Departamento de Zoologia da Universidade Estadual de Oregon, os maiores e mais antigos ouriços registrados são de British Columbia, no Canadá, e têm em torno de 200 anos de idade.

9 – Lamellibrachia luymesi - 170 anos de idade

O  Lamellibrachia luymesi é uma espécie de verme marinho tubular da família Siboglinidae. Ele vive em fontes frias do fundo do mar. A espécie pode atingir comprimentos de mais de três metros e cresce muito lentamente, sendo que eles podem viver por 170 anos ou mais.  

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.