Pequeno manual das tartarugas: 13 fatos incríveis e 9 espécies diferentes
97
Compartilhamentos

Pequeno manual das tartarugas: 13 fatos incríveis e 9 espécies diferentes

Último Vídeo

Pergunta séria: você já ficou um tempo reparando em uma tartaruga, olhando a forma como ela anda, como se esconde no casco, como se alimenta? A verdade é que esses animais são fascinantes, principalmente se você for do tipo que gosta de observar essas criaturinhas com olhar de curiosidade. A seguir, confira alguns fatos interessantes sobre elas:

1 – Tartarugas são criaturas solitárias. A mamãe tartaruga protege seus filhinhos por pouco tempo. Depois, é cada um por si;

2 – Soldados de Roma Antiga se inspiraram nas tartarugas para criar uma espécie de escudo para vários soldados ao mesmo tempo. Eles ficavam em fila e cada um segurava sua parte do grande escudo, assim todos ficavam protegidos.

3 – Tartarugas têm exoesqueleto e esqueleto interno. É bem provável que você nunca tenha reparado, mas esses animais têm costelas, clavícula e espinha dentro da concha.

4 – Tartarugas de lugares quentes têm cascos de coloração mais clara do que aquelas que vivem em regiões frias.

5 – Mesmo que uma tartaruga não seja marinha, ela vai ter a capacidade de segurar a respiração por muito tempo, sabia? Elas precisam esvaziar os pulmões antes de se esconder em seus cascos, por isso é possível ouvi-las soltando o ar rapidamente quando querem se proteger.

6 – As conchas das tartarugas têm terminações nervosas e, por isso, são sensíveis ao toque. Isso quer dizer que esses animais são capazes de sentir cócegas e arranhões, por exemplo. Há até as tartarugas que gostam de receber um afago no casco.

7 – A tartaruga-de-esporas-africana é uma das maiores, podendo viver por mais de 100 anos e pesar em torno de 90 kg!

8 – Charles Darwin adotou uma tartaruga, que ele chamou de Harriet, em 1835. Anos depois ela foi parar em um zoológico da Austrália, onde só morreu em 2006.

9 – Tartarugas machos têm a região do peito/barriga mais curvada, enquanto que nas fêmeas a área é lisa. Machos também têm rabos mais longos e são maiores do que as fêmeas.

10 – Tartarugas conseguem extrair nutrientes e água mesmo por meio de mordidas minúsculas. O sistema digestivo desses animais separa a água e reserva o resto para quando a água fica escassa.

11 – O cheiro chega até as tartarugas pela garganta, então se você encontrar uma tartaruga andando com a boca aberta, saiba que ela está apenas tentando sentir o cheiro do ambiente.

12 – Em 1968 uma tartaruga foi enviada ao espaço por uma equipe de astrônomos russos. A nave foi a primeira a circular a Lua e retornar à Terra com segurança. A tartaruga que estava a bordo perdeu 10% de seu peso corporal durante a viagem, mas retornou em boas condições.

13 – Um teste realizado em 2006 descobriu que tartarugas são mais espertas que ratos quando colocadas em labirintos para encontrar comida. Ao contrário dos ratinhos, as tartarugas não fazem o mesmo caminho mais de uma vez. Outro estudo mais recente comprovou que as tartarugas costumam aprender táticas de outros animais apenas os observando.

A seguir, confira algumas espécies não muito conhecidas de tartarugas:

1 – Carettochelys insculpta

Conhecida também como tartaruga-nariz-de-porco, essa tartaruga de água doce é encontrada em regiões da Austrália e da Nova Guiné. Infelizmente a espécie teve um declínio de 50% em sua população nos últimos 20 anos. A espécie é conhecida por apresentar comportamento agressivo quando em cativeiro.

2 – Dogania subplana

Outra tartaruga de água doce, a Dogania subplana se alimenta basicamente de caracóis e outros pequenos moluscos. Essa tartaruga pode ser facilmente confundida com um peixe; primeiro pela aparência, segundo pelo fato de que seu casco não é muito rígido nem muito aparente.

3 – Graptemys flavimaculata

O apelido desse bichinho é tartaruga-mapa, e ele é extremamente raro, podendo ser encontrado apenas no rio Pascagoula, no Mississipi, nos EUA. A espécie enfrenta problemas de reprodução devido ao pequeno número de representantes e à presença dos maiores predadores: os corvos.

4 – Macrochelys temminckii

Essa é a maior tartaruga de água doce do mundo – ela pode pesar até 70 kg! São animais encontrados apenas no sudeste dos EUA. Sua boca tem formato diferenciado, e, para atrair suas presas, essas tartarugas usam um anexo que há na pontinha da língua, que parece uma minhoca. Elas se alimentam de peixes, cobras, aves marinhas e, inclusive, outras tartarugas.

5 – Lissemys punctata

Essa tartaruga tem tantas dobrinhas na sua pele que suas patas acabam sumindo quando ela se recolhe na concha – isso a mantém protegida quando o tempo está muito seco. Sua alimentação inclui sapos, peixes, flores e frutas.

6 – Geochelone sulcata

As patas dianteiras dessa tartaruga são cheias de “espinhos” e, só por isso, ela já se torna um animal curioso, não é mesmo? Quer ver uma de perto? Então dê uma passadinha no deserto do Saara, onde elas vivem. Aliás, estamos falando da terceira maior tartaruga do mundo, que pode chegar a medir até um metro de comprimento e a viver por até 150 anos.

7 – Pelochelys cantoril

Já imaginou que bizarro encontrar uma tartaruga de quase dois metros de comprimento? Pois se você se deparar com a boniteza da foto acima, isso é bastante possível. Essa espécie passa 95% de sua vida enterrada em areia ou na lama, às margens de rios de água doce, esperando pelas presas que ataca quando chegam perto. Ela sai à superfície uma ou duas vezes por dia, para respirar.

8 – Astrochelys radiata

Essa tartaruga, que é nativa de Madagascar, está terrivelmente ameaçada de extinção devido à caça, principalmente por pessoas que mantêm o animal em cativeiro. A mais antiga tartaruga da espécie morreu com 188 anos!

9 – Chelodina mccordi

Essa tartaruga de pescoço longo está também ameaçada de extinção, principalmente por ser escolhida como animal de estimação. São encontradas apenas na ilha de Rote, na Indonésia, onde a caça ilegal é uma prática constante, infelizmente.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.