Nas alturas: 10 fatos curiosos a respeito das girafas
16
Compartilhamentos

Nas alturas: 10 fatos curiosos a respeito das girafas

Último Vídeo

As girafas são animais realmente impressionantes, tanto pelo seu tamanho quanto por algumas características bem peculiares que apresentam. Apesar de serem gigantescas e imponentes, o visual simpático faz com que elas sejam o bicho preferido de muita gente por aí.

Confira alguns fatos curiosos a respeito das simpáticas e imensas girafas:

10 – Girafas não dormem muito: algumas delas tiram cochilos que variam de 10 minutos a 2 horas por dia – e elas nem deitam para dormir

9 – Na verdade, girafas não deitam para quase nada: elas até dão à luz de pé. As girafinhas recém-nascidas caem de uma altura de quase 2 metros logo ao nascerem

8 – As manchas das girafas são como impressões digitais: nenhum animal é idêntico ao outro

7 – Antigamente elas eram chamadas de "camelos leopardos" por conta das formas em seus corpos lembrarem muito as do felino – seu nome científico, inclusive, é Giraffa camelopardalis

6 – Além de altas, elas são rápidas: por conta das longas pernas, muitas girafas conseguem alcançar velocidades que beiram os 70 km/h, superando muitos cavalos por aí

5 – A língua de uma girafa pode chegar a 45 cm de comprimento e é azul para evitar queimaduras

4 – Muito bem adaptadas à savana, as girafas conservam líquidos com bastante eficiência em seu corpo e só precisam se hidratar uma vez por dia, podendo tomar quase 40 litros de água

3 – Girafas não têm um som específico, e alguns ruídos emitidos por elas são inaudíveis pelos humanos

2 – Apesar de o pescoço ser gigantesco, ele só tem sete vértebras, a mesma quantidade vista em outros animais

1 – As girafas já foram animais venerados pelos humanos: elas eram vistas como seres poderosos e fortes pelos egípcios, de acordo com artes antigas que já foram encontradas

Qual a sua curiosidade favorita a respeito das girafas? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.