Pedra, papel, tesoura: de onde veio o popular jogo?

Pedra, papel, tesoura: de onde veio o popular jogo?

Último Vídeo

Podendo ser facilmente catalogada como uma das maneiras mais simples de solução de conflitos da idade moderna, o jogo de mãos conhecido no Brasil geralmente como “pedra, papel ou tesoura” é uma prática que pode estar presente em nossas vidas desde a infância. Mas você já parou para pensar de onde ela vem e como ela surgiu?

Acredita-se que a prática exista desde o século 17, sendo descrita em documentos históricos chineses encontrados no Japão. Em suas versões originais, o “pedra, papel ou tesoura” não passava de mais uma modalidade de jogos a serem praticados apenas com gestos de mãos. Testes de capacidade como esses eram conhecidos como sansukumi-ken, e possuíam versos diversos que acompanhavam as partidas.

Apesar de possuir variantes e outras opções, como o “sapo, lesma e cobra”, em que o próprio nome já consegue nos dar uma boa explicação do por que essa variação nunca foi tão popular, o ancestral direto da nossa versão moderna se chamava "jan-ken", que, em essência, funciona da mesma forma e faz com que muitas pessoas também conheçam o "pedra, papel ou tesoura" como “jokenpô”.

aFonte: Unsplash

O jogo para todos dominar

Outro fator curioso é que, apesar de conhecermos o jogo como essencialmente infantil, o “pedra, papel ou tesoura” era muito utilizado como jogo de bar, bordeis e de azar, como o strip-poker. O jogo só se tornou popular com o público infantil no século 19 e, em seguida, espalhou-se para o resto do mundo no século 20, entre os anos 1920 e 1950.

Hoje em dia, com diferentes nomes, “pedra, papel ou tesoura” é um jogo competitivo que possui até mesmo organizações mundiais, regras oficiais, campeonatos e, é claro, métodos concisos para garantir um bom fluxo de vitórias.

O jogo pode até parecer, a princípio, um jogo de sorte ou adivinhação. No entanto, existem estudos que indicam práticas que melhoram as suas chances de vitória em uma partida. Parte-se do princípio que há uma maior porcentagem de homens começarem jogando com a pedra, enquanto mulheres começam com tesoura. Partindo dessa informação, para manter uma constância dessa tendência, uma estratégia é oferecer o menor tempo possível para o oponente pensar, fazendo com que as probabilidades fiquem a seu favor.

É claro, essa é apenas uma das técnicas e, se você procurar, pode e vai encontrar livros e estudos de caso em cima do jokenpo moderno e estratégias curiosas para ganhar um jogo de tomada de decisões de maneira eficiente.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.