Santa Morte: uma das santas mais populares do México

Santa Morte: uma das santas mais populares do México

Último Vídeo

A Santa Morte, ou Santa Muerte, é uma santa cultuada na religiosidade popular do México. Apesar de não ser reconhecida pela Igreja Católica, ela é venerada por aproximadamente 6 milhões de mexicanos. E esse número tende a aumentar.

Quais as raízes do culto à Santa Morte?

As raízes do culto à Santa Muerte estão nas tradições indígenas pré-colombianas na Mesoamérica. Essas civilizações pré-colombianas davam às caveiras um papel central em suas manifestações religiosas.

Além disso, parte das origens dessa adoração está na cultura asteca, que igualmente cultuavam a morte. Aliás, eles adoravam uma deusa da morte chamada Mictecacihuatl. Ademais, eles volta e meia realizavam uma celebração que se assemelha bastante ao que hoje é o Dia dos Mortos.

Com a chegada dos espanhóis e o início da colonização, que buscou impor o cristianismo, acabou ocorrendo um sincretismo religioso.

Até o ano de 2001, a adoração à essa santa funcionava de forma totalmente clandestina. No entanto, após a inauguração do primeiro santuário público dedicado à ela, no bairro de Tepito, na Cidade do México, vários outros templos voltados à Santa Muerte foram erguidos.

As características e a celebração da Santa Muerte

A Santa Muerte representa, obviamente, a morte. Geralmente, ela é apresentada sob uma figura esquelética que usa um manto bem longo, que pode ser de diferentes cores. Em suas mãos ela pode carregar flores, correntes e uma série de outros objetos. Ao seu redor, os fiéis costumam oferecer rosas, doces, bebidas, fotos dos entes queridos, cigarros e bebidas alcóolicas, por exemplo.

Dentro da cultura mexicana, a Santa Muerte é vista como um elemento consolador, que busca confortar os devotos na passagem das pessoas queridas desta para o além-mundo.Ela é encarada também como a responsável por encaminhar os mortos a um mundo espiritual melhor. 

Um ponto interessante é que ela é adorada por aqueles que são considerados à margem da sociedade e discriminados por elas, como pessoas LGBT, pobres, pessoas que moram em regiões violentas e assim por diante. Ela é também venerada por criminosos em geral e pelas prostitutas.

Essa santa é celebrada também no Dia dos Mortos, o qual conta com muita música, comida, festa, bolos e doces preferidos dos mortos.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.