Os festivais mais assustadores do mundo

Os festivais mais assustadores do mundo

Último Vídeo

O Halloween, mais conhecido como Dia das Bruxas por aqui, é uma data festiva comemorada no mundo todo, especialmente nos Estados Unidos. Apesar de toda a diversão envolvendo o ato de bater às portas das pessoas e pedir “doces ou travessuras”, esse evento tem um lado muito sombrio.

E isso não acontece apenas no Halloween. Outras festividades do mundo podem ser consideradas assustadoras se as analisarmos corretamente, seja por conta de sua origem, seja pela comemoração em si.

Conheça os festivais mais assustadores do mundo e por que eles fazem parte dessa lista.

Halloween (Estados Unidos e Canadá)

ImagemHalloween. (Fonte: Shutterstock)

Esta lista não poderia começar com outra festividade que não fosse o Halloween. Esse evento é comemorado em 31 de outubro, na véspera da festa cristã do Dia de Todos os Santos. Acredita-se que as origens da data remontam às práticas de celebração de uma seita chamada Samhain, que tinha como objetivo cultuar os mortos.

Hoje a comemoração incorporou uma série de elementos que a tornaram menos assustadora e mais comercial. De acordo com o levantamento da Betway Cassino, estima-se que os gastos durante as comemorações de Halloween em 2019 tenham chegado a US$ 8,8 bilhões.

Dia dos Mortos (México)

ImagemDia dos Mortos. (Fonte: Shutterstock)

O Dia dos Mortos tem um nome que é assustador por conta própria, mas a data é uma celebração alegre, com festas e muitas pétalas de calêndula espalhadas para guiar as almas dos mortos de volta às oferendas. A festividade é celebrada no Dia de Todos os Santos e no Dia de Todas as Almas em novembro.

Festival do Fantasma Faminto Yu Lan (China)

ImagemFestival do Fantasma Faminto Yu Lan. (Fonte: Shutterstock)

Celebrado na 15ª noite do 7º mês, esse festival tradicional budista tem o objetivo de honrar os mortos com oferendas como comida e dinheiro. Na realidade, a origens desse festival dizem que as ofertas seriam para acalmar os espíritos inquietos — o principal deles, o faminto Yu Lan — que estavam atormentando a população.

Hoje a festa já não tem essa conotação macabra. Apresentações na famosa Ópera Chinesa são realizadas regularmente durante o mês do evento para manter os povos (e os espíritos) felizes e entretidos.

Noite de Santa Valburga (Brocken, Alemanha)

ImagemNoite de Santa Valburga. (Fonte: Shutterstock)

Segundo o guia organizado pelo site de jogos de roleta online Betway, a Noite de Santa Valburga é considerada uma espécie de segundo Halloween na Alemanha. A data é celebrada em 30 de abril e é uma comemoração por Santo Valburga, que dizem ter livrado o país da magia pagã e da bruxaria.

Hoje o evento é muito menos supersticioso, sendo uma reunião para dançar ao redor de fogueiras com muita cerveja e comida.

Obon (Japão)

ImagemObon. (Fonte: Shutterstock)

Sendo uma celebração do Dia dos Mortos, o Obon foi criado para honrar os entes queridos que já faleceram. Essa festa japonesa é comemorada entre 13 e 16 de agosto com lanternas usadas para guiar os mortos de volta para o mundo dos espíritos.

Nas datas do evento, muitas pessoas voltam para as cidades natais para ficarem perto da família, enquanto outras viajam para Quioto, onde a festividade tem uma celebração especial.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.