Estudante de cinema decide encontrar pessoas de fotografias antigas

O estudante de cinema Victor Galusca, decidiu viajar até a cidade de Rosietici, na Moldávia, após encontrar fotografias tiradas há 50 anos apenas para devolvê-las para as pessoas presentes nas imagens. Esta missão pode parecer quase impossível, mas o legal é que ele conseguiu encontrar seis delas!

Conheça as pessoas nas fotos tiradas há 50 anos

Uma das pessoas sobre quem Victor conseguiu descobrir mais sobre a história foi o próprio fotógrafo, Zaharia Cusnir, que era o único profissional da região. Ao conversar com familiares, o estudante descobriu que o homem passou toda a sua vida na Moldávia e era apaixonado por fotografar os residentes. Ele nasceu em 1912 e faleceu em 1993.

(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)
(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)

Além disso, ele também conseguiu encontrar Axenia Bulhac, que afirmou já saber da existência das fotos após ter visto o registro na internet. Porém, ao receber a imagem impressa, a mulher se emocionou e decidiu enquadrá-la como parte da decoração de sua casa. Quando Victor chegou até ela, sua audição estava bastante prejudicada. Por isso, a conversa não foi demorada.

(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)
(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)

Outra das pessoas encontradas foi uma parente de Zaharia, Tamara. Ela viveu no mesmo povoado e se recorda de seu parente como uma pessoa inteligente e interessante. Atualmente, passa muito tempo com suas filhas. Victor descobriu que ela foi apaixonada por um homem que a trocou por outra mulher. Porém, isso não a impediu de guardar uma foto de seu amado.

(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)
(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)

Enquanto isso, Vasile Tokarchuk também ganhou uma das fotografias de 50 anos atrás. Ele quase se casou com Tamara. Porém, uma discussão o fez decidir que ela não era a mulher certa. 

(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)
(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)

Victor também teve a oportunidade de conversar com Aurel Sarmaniuc, um dos 300 habitantes que ainda vivem em Rosietici. Apesar de ser apaixonado pelo povoado, ele gostaria de se mudar para a Alemanha.

(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)
(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)

Outro dos encontrados foi Sergiu Cebotari. Ao ver as fotos, o estudante conta que Cebotari começou a chorar. Por toda a sua vida, ele trabalhou como carteiro, mas atualmente, sua saúde está muito debilitada e ele vive em sua cama.

(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)
(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)

E por último, o rapaz localizou Vera Borsh. Ela vivia uma vida simples e havia sido fotografada apenas duas vezes por Cusnir, não lembrando do momento da fotografia, mas que o vestido usado tinha sido confeccionado por ela.

(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)
(Fonte: Zaharia Cusnir/Instagram/Reprodução)

Pode ter sido muito trabalhoso para Victor, mas com certeza foi um momento emocionante para estas pessoas, além de uma bela visita ao passado!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.