Seja o primeiro a compartilhar

Quais brasileiros já foram indicados ao Grammy?

No último domingo (15), o Grammy Awards 2021 foi ao ar em um evento online, premiando os mais diversos artistas da música. 

Embora seja uma premiação americana, o Grammy já trouxe indicações e até algumas vitórias de músicos brasileiros. Este ano, por exemplo, dois brasileiros ocuparam uma vaga na lista de Álbum Musical Global e Álbum de Jazz Latino. Bebel Gilberto e Chico Pinheiro concorreram, respectivamente, em cada divisão, mas não levaram.

A carioca lançou o sexto disco de estúdio, Agora, em 2020. O álbum de Bebel concorreu com outros nomes da música mundial como Antibalas, Anoushka Shankar, Burna Boy e Tinariwen. Esta é a quarta indicação da artista ao Grammy Awards. Contudo, o vencedor da categoria foi o nigeriano Burna Boy, com seu álbum Twice as Tall.

(Luigi & Lango/Divulgação)(Luigi & Lango/Divulgação)

Já Chico entrou na disputa latina com o álbum City of Dreams, lançado em 2020. O brasileiro concorre com Afro-Peruvian Jazz Orchestra, Arturo O’Farrill & The Afro Latin Jazz Orchestra, Poncho Sanchez e Gonzalo Rubalcaba & Aymée Nuviola. O vencedor dessa categoria foi o álbum Four Questions do mexicano Arturo O’Farrill & The Afro Latin Jazz Orchestra.

Brasileiros que já marcaram presença do Grammy

Apesar da criação do Grammy Latino em 2000, outros brasileiros já ocuparam lugares nas edições da versão original. Um deles é Laurindo Almeida, o brasileiro que possui mais indicações e vitórias no prêmio. Com 14 no total, sua primeira nomeação foi em 1959, pelo álbum Danzas. Mas o artista só venceu no ano seguinte, por Conversations With the Guitar e The Spanish Guitars of Laurindo Almeida. Até 1964, ele recebeu mais três estatuetas, pelos trabalhos Reverie For Spanish Guitar, Almeida: Discantus e Guitar From Ipanema, totalizando 5 estatuetas.

Além disso, Gilberto Gil tem 2 vitórias, como Melhor Álbum Musical Mundial, por Quanta Live, de 1998, e Melhor Álbum Contemporâneo Mundial, por Eletracústico, em 2005. João Gilberto, pai de Bebel, tem 6 indicações e 2 vitórias, como Álbum do Ano, por Getz/Gilberto, em 1964, e Melhor Álbum Mundial, com João Voz e Violão, em 2000.

Entre os outros nomes, a premiação também contou com os brasileiros:

  • Sérgio Mendes: 6 indicações e 1 vitória;
  • Tom Jobim: 5 indicações, 1 vitória e 1 prêmio especial;
  • Caetano Veloso, Astrud Gilberto, e Milton Nascimento: 4 indicações e 1 vitória;
  • Eumir Deodato e Eliane Elias: 3 indicações e 1 vitória;
  • Roberto Carlos: 2 indicações e 1 vitória;
  • Trio Corrente: 1 indicação vitoriosa.
Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.