Seja o primeiro a compartilhar

6 tradições das comunidades Amish que você não conhecia

Os Amish são um grupo religioso de cristãos anabatistas originado na Alemanha no fim do século 15. A grande maioria de seus membros fala um dialeto alemão batizado de "Alemão da Pensilvânia". Ao longo dos anos, as pessoas os consideraram uma comunidade isolada que vivia em seu próprio mundo e havia criado sua própria realidade, baseada em conceitos ultraconservadores.

Apesar de serem vistos como um grupo pacífico, sua cultura guarda uma série de segredos que você provavelmente desconhece. Por isso, nós separamos seis tradições Amish para você aprender mais sobre seu estilo de vida.

1. Banimento da tecnologia

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Ao contrário do que ocorre no restante do mundo, os Amish não parecem ser muito favoráveis à tecnologia. Os membros do grupo não utilizam automóveis e fazem qualquer tipo de transporte apenas na garupa de seus cavalos.

Além disso, nenhuma família Amish pode possuir televisão, rádio ou qualquer tipo de dispositivo eletrônico. Como a maioria de suas casas não têm eletricidade, é bastante comum que eles façam o uso de lampiões durante a chegada da escuridão.

2. Sem fotos

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Fotografias em família não são um costume bastante aceito entre os Amish. Ao que tudo indica, as comunidades mais tradicionais não gostam muito do conceito de tirarem fotos e, portanto, não fazem a menor de ideia de como seus ancestrais se pareciam.

Os Amish acreditam que ter ou segurar a foto de alguém é uma forma de idolatrá-la, o que por si só seria um ato de desrespeito à imagem de Deus.

3. Rituais de relacionamentos

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Por fazerem parte de um grupo cristão tradicionalista, os Amish não costumam fazer sexo antes do casamento. Porém, a maioria dos jovens adultos já estava em um relacionamento aos 16 anos e acaba se casando perto dos 20 aos 22 anos.

Visto que o sexo antes do casamento é proibido, os casais devem se submeter a um ritual chamado de "cortejo na cama". Quando um jovem menino se interessa por uma menina, ele é levado ao quarto da garota e deve ficar lá até de manhã, antes que a família acorde. Entretanto, qualquer tipo de contato físico é coibido e o casal fica separado por uma tábua de madeira.

4. Expulsão de membros

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

A Igreja Amish tem o poder de excomungar ou expulsar uma pessoa de sua comunidade caso ela contrarie o estilo de vida seguido pelos demais. Isso significa que esse indivíduo estará proibido de comer e dormir entre eles, ou até mesmo visitar amigos e familiares na comunidade.

5. Rumspringa

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Apesar das restrições impostas pela cultura, os Amish têm o direito de usufruir de um período de "liberdade" quando chegam em idades entre os 14 e 16 anos. A Rumspringa, como é chamada, é uma ocasião onde os adolescentes podem passar um tempo no mundo real e disfrutar de experiências como dirigir, beber, fumar e tantas outras coisas.

Depois disso, esse indivíduo passará por um último teste de fé pela Igreja, quando decidirá se pretende continuar com os costumes da sua comunidade ou abandoná-la de uma vez por todas.

6. Casamento dentro da comunidade

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Como os Amish só podem se casar com outras pessoas Aamish, casamentos consanguíneos — ou que são dentro de pessoas da mesma família — são comuns em algumas áreas. 

Portanto, não é nenhuma surpresa que primos se tornem um casal dentro da cultura Amish. Por outro lado, isso faz com que algumas comunidades estejam lutando contra crianças com doenças inexplicáveis e distúrbios genéticos como resultado.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.