Por que os piratas usavam brincos?

Seja o bêbado Jack Sparrow ou o assustador Barba-Negra, da famosa franquia de filmes Piratas no Caribe, piratas e marujos volta e meia aparecem com uma marca visual em comum: brincos brilhantes. Entretanto, os chamativos arcos de ouro não eram apenas uma forma de "ostentação" desses marinheiros, mas também eram usados por diversas outras razões.

Segundo as tradições, os piratas utilizavam os brincos como uma marca de todas as suas viagens e navegações pelo mundo. Os brincos eram dados aos marinheiros para comemorar a primeira vez que um deles havia cruzado a Linha do Equador ou quando contornavam águas traiçoeiras do Cabo Horn, na ponta meridional da América do Sul.

Superstição na vestimenta

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

Ao longo dos anos, alguns piratas passaram a acreditar que usar brincos melhoraria ou até mesmo curaria a visão de um marinheiro, visto que existia uma crença sobre como o ouro presente nesses acessórios poderia possuir "poderes mágicos". Portanto, os brincos também eram usados como uma forma de superstição.

Além disso, eles também acreditavam que furar a orelha era uma forma de se prevenir de doenças. Para outros, os brincos de ouro serviam como talismãs protetores e quem não os usasse terminaria afogado em alto mar. 

Logicamente, todos esses fatores se provaram falsos anos mais tarde. Mesmo assim, a prata e o ouro eram metais tão preciosos que o simples fato de usar um desses apetrechos já serviria para pagar o funeral de um pirata se o seu corpo fosse levado até a areia.

Protegendo o ouvido

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

Como citado anteriormente, os brincos serviam como uma certa garantia de pagamento caso um marujo morresse durante uma viagem. Em alguns casos, os piratas inclusive cravavam o nome de sua terra natal dentro dos brincos para que seus cadáveres fossem enviados às suas famílias para um enterro digno.

Se um homem morresse dentro de um navio, os brincos ajudavam a cobrir o custo do transporte de seu corpo até sua casa para que ele não fosse simplesmente arremessado no mar ou largado em solo estrangeiro. Entretanto, isso não passavam nem perto de ser o motivo mais benéfico de usar as argolas.

Principalmente para os piratas encarregados de disparar os canhões do navio, os acessórios eram essenciais. Como forma de proteger sua audição, esses marujos tampavam os brincos com cera e os usavam como protetores de ouvido. Inteligente, né?

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.