Seja o primeiro a compartilhar

Restaurante mais velho do mundo segue aberto após 300 anos

Enquanto alguns restaurantes se destacam por seus pratos mirabolantes ou até mesmo cobertos com folhas de ouro, existe um restaurante que chama a atenção pela sua tradição. O Restaurante Botín, em Madri, abre suas portas de maneira ininterrupta há quase 300 anos, recebendo o título de restaurante mais velho do mundo segundo o Guinness World Records.

Quem teve a ideia de criar o estabelecimento na capital espanhola foi o chef francês Jean Botín e sua esposa no ano de 1725. O edifício onde se encontra é ainda mais antigo, tendo sido erguido em 1590.

Sobrevivendo aos séculos

(Fonte: Restaurante Botín/Divulgação)(Fonte: Restaurante Botín/Divulgação)

O Restaurante Botín definitivamente é um dos estabelecimentos mais históricos em termos de culinária ao redor do planeta. Contudo, por mais que o espaço tenha permanecido fiel as suas raízes até então, é preciso ressaltar que a parte interna do restaurante passou por algumas mudanças ao longo dos séculos.  

Jean Botín e sua amada acabaram nunca tendo filhos ao longo de suas vidas, o que fez com que seu sobrinho torna-se herdeiro do estabelecimento após a sua morte. No início do século XX, então, a posse do restaurante passou para a família Gonzalez, com quem permaneceu por várias gerações.

Isso gerou alguns reflexos históricos. Atualmente, o principal prato no cardápio do Botín é o leitão assado à moda antiga, o qual nem sempre foi servido ali. No início de sua história, o restaurante não servia carne nem vinho, uma vez que era costume das pousadas prepararem somente receitas com ingredientes trazidos pelos próprios hóspedes.

Fogo 'eterno'

(Fonte: Restaurante Botín/Divulgação)(Fonte: Restaurante Botín/Divulgação)

Uma grande curiosidade sobre o Botín é que o forno do restaurante é quase tão famoso quanto a comida feita por ele. O restaurante abriga um fogo à lenha que arde continuamente desde que foi aceso há 298 anos. Ao nunca permitir que as chamas se apaguem, os chefs podem começar a cozinhas assim que chegam ao trabalho todas as manhãs.

"Nunca o apagamos. Ele precisa ficar quente à noite e estar pronto para assar logo de manhã. Por isso nunca devemos apagá-lo. O forno possui um aroma especial, é realmente incrível", disse o subgerente do Botín, Luis Javier Sanchez, em entrevista ao canal do YouTube Great Big Story. Sanchez é funcionário do restaurante há mais de 45 anos.

Sanchez também afirmou que cada novo chef que entra na cozinha do Botín precisa aprender com seu antecessor para não deixar as tradicionais receitar do restaurante para trás. "As nossas receitas são muito antigas, desde quando tudo começou aqui. E nós permanecemos fiéis a essas receitas desde então", acrescentou.

E por mais que tradições sejam vistas como algo muito sério na cozinha espanhola, o Botín não vive completamente de passado. Para quem deseja conhecer o lugar, o estabelecimento possui contas em todas as maiores mídias sociais e também possui seu próprio site, onde eventuais consumidores podem reservar uma mesa.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.