Seja o primeiro a compartilhar

Uiramutã: a cidade mais jovem e com mais indígenas do país, segundo o Censo 2022

Novos dados do Censo 2022 foram divulgados e mostram o país em uma tendência de envelhecimento da população. O número de pessoas com mais 65 anos cresceu 57,4% desde 2010 e alcançou mais de 22 milhões de pessoas. Enquanto isso, o número de crianças de 0 a 14 anos diminuiu de quase 46 milhões, em 2010, para 40,1 milhões, em 2022. Com isso, a idade mediana do brasileiro é de 35 anos, a maior já registrada. Na contramão destes dados está Uiramutã, a cidade com mais jovens no Brasil e que também detém o título de município mais indígena do país.

Onde fica Uiramutã?

Uiramutã é uma pequena cidade localizada no norte do estado de Roraima. O município é especial por vários motivos, entre eles por ser a cidade no ponto mais extremo ao norte do país, fazendo fronteira com a Guiana e a Venezuela. 

Além disso, a cidade fica localizada na Terra Indígena Raposa Serra do Sol e tem parte do território declarado como Parque Nacional. Devido a isso, a economia da cidade não é movida pela exploração de recursos naturais, como em boa parte do restante de Roraima, mas pelo turismo, economia de subsistência e por auxílios do Governo Federal. Segundo o IBGE, a cidade registrou o menor PIB per capita do país em 2020, com R$ 11.985,64. A média salarial em 2021 foi de 1,6 salário mínimo.

Localização de Uiramutã no extremo Norte do país. (Fonte: Wikimedia Commons / Reprodução)Localização de Uiramutã no extremo Norte do país. (Fonte: Wikimedia Commons / Reprodução)

Uiramutã tem uma população de 13.751 habitantes segundo o Censo 2022. Destes, 13.283 se declararam indígenas, o que torna a cidade a mais proporcionalmente indígena do Brasil, com 96,6% de descendentes de povos originários.

Os números que mais chamam a atenção são os relacionados à idade da população de Uiramutã. Ao contrário da tendência brasileira de envelhecimento, o município tem uma média de idade de 15 anos, ou seja, metade da população tem até 15 anos. Outro dado curioso: o município tem mais pessoas entre 0 e 14 anos do que maiores de 20 anos. São 6.775 crianças contra 5.456 pessoas entre 20 e 100 anos.

População jovem no Norte e dificuldade de envelhecimento entre povos originários

Os dados de idade no município também pode ser lidos com a tendência de populações mais jovens na região Norte do Brasil. Enquanto a região Sudeste tem 18% de crianças entre 0 e 14 anos, e 12,2% da população com mais de 65 anos, a região Norte tem 25,2% de crianças e 7% de idosos. Roraima é o estado com a menor mediana de idade, 26 anos, comparados aos 35 no total do país. Apesar disso, o índice de envelhecimento também cresceu no estado, passando de 10,5% em 2010 para 17,4% em 2022.

O baixo número de pessoas idosas nas regiões com mais indígenas, porém, pode revelar uma realidade trágica do Brasil. Boa parte dos povos originários tem baixo índice de longevidade devido à falta de acesso à saúde. A dificuldade em encontrar vacinas, água potável e saneamento, além de constantes conflitos com garimpeiros e mineradores, faz com que a expectativa de vida dos indígenas seja menor do que o restante da população brasileira.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.