Vovó de 111 anos atribui longevidade à bebida e ao cigarro
1.933
Compartilhamentos

Vovó de 111 anos atribui longevidade à bebida e ao cigarro

Último Vídeo

A britânica Dorothy Peel contrariou tudo o que dizem os especialistas quando o assunto é saúde e mesmo assim completou seu 111º ano no último final de semana. Afirmando que o segredo de sua longevidade seria a bebida e o cigarro, a vovó chamou a atenção da impressa internacional e foi destaque em alguns tabloides.

“Eu bebia regularmente durante o dia. De manhã eu bebia umas 200 mL de xerez [que é um tipo de vinho licoroso], no almoço um gim e tônica e, por volta das 19h, um pouco de ginger ale com whisky. Hoje em dia eu só bebo xerez de vez em sempre”, revela a bem-humorada senhora.

O que você gosta não faz mal

Dorothy também conta que seus drinks sempre estavam acompanhados de um cigarro, já que ela fumava um maço por dia. A britânica explica que abandonou o cigarro depois de um caso de bronquite e muitas recomendações médicas.

Fonte da imagem: Reprodução/The Sun

“Eu me sinto tentada a fumar um único cigarro no Natal ou no Ano Novo junto com champagne rosé, que é o meu drink preferido de todos os tempos”, brinca Dorothy, que acredita ser a prova viva de que fazer o que se gosta não faz mal à saúde.

A britânica que passou por duas guerras e se lembra do desastre do Titanic também não teve filhos e acredita que isso favoreceu a sua boa aparência e fez com que ela se sentisse bem até hoje. Vaidosa, Dorothy vive há 13 anos em um lar para idosos e não passa nenhum de seus dias sem se vestir com elegância e calçar seus sapatos de salto.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.