Raios X revelam texto de 1,4 mil anos oculto em antigo hinário
192
Compartilhamentos

Raios X revelam texto de 1,4 mil anos oculto em antigo hinário

Último Vídeo

O livrinho que você pode ver a na imagem que incluímos abaixo é um antigo hinário do século 11 — o que significa que ele é bastante antigo e de valor histórico inestimável. No entanto, esse volume impressionante guarda em suas páginas muito mais do que simplesmente uma coleção de canções religiosas!

Antigo hinário(Science Alert/Farrin Abbott/Centro de Aceleração Linear de Stanford — SLAC)

Na verdade, de acordo com Peter Dockrill, do site Science Alert, exames de raios x realizados no hinário por pesquisadores do Centro de Aceleração Linear de Stanford — SLAC — revelaram que ele contém textos de ninguém menos que Galeno, o famoso médico e filósofo de origem grega que entrou para a História como um dos cientistas mais influentes de sua época.

Ensinamentos ocultos

Segundo Peter, os textos de Galeno ocultos no hinário foram redigidos em siríaco — um antigo dialeto do aramaico muito usado no Oriente Médio entre os séculos 4 e 8. O conteúdo foi escrito à mão por um autor desconhecido durante o século 6, ou seja, muito tempo após séculos após a morte do médico, e esse dedicado sujeito que transcreveu os ensinamentos do médico provavelmente vivia ou estava ligado ao antigo Mosteiro de Santa Catarina, no Egito.

Galeno(Wikimedia Common/Roch Vigneron/Domínio Público)

O livrinho é todo feito de pergaminho e, cerca de 500 anos depois de o texto de Galeno ter sido redigido, alguém removeu toda a tinta e compilou os hinos religiosos sobre as páginas. Pena, né? Mas, apesar dos pesares, a pessoa que fez isso provavelmente não tinha má intenção e não imaginou que estava potencialmente destruindo uma obra tão preciosa. Isso porque o pergaminho era um material bastante valioso na época e o que possivelmente rolou foi uma reciclagem mesmo.

O fato é que, segundo Peter, durante quase 10 anos, vários cientistas e estudiosos queimaram as pestanas sobre o hinário com o objetivo de descobrir como desvendar os mistérios que ele guardava. No transcorrer desse tempo todo, eles empregaram diversas técnicas, como o uso de luz ultravioleta e infravermelha para ver se conseguiam ler o que havia sob os hinos e, agora, finalmente, as primeiras imagens do manuscrito que foi apagado há tantos séculos estão voltando à luz.

Hinário antigo(Science Alert/Andy Freeberg/Centro de Aceleração Linear de Stanford — SLAC)

Mais especificamente, os cientistas usaram raios x de alta energia gerados por um acelerador de partículas cíclico para expor os minúsculos resíduos da tinta usada pelo sujeito lá do Mosteiro de Santa Catarina há cerca de 1,4 mil anos. Confira a seguir:

Textos revelados(Science Alert/Universidade de Manchester/Centro de Aceleração Linear de Stanford SLAC)

Na imagem que você acabou de ver, o texto redigido na vertical corresponde aos hinos religiosos do século 11, enquanto que o que se encontra na horizontal — e é menos visível — representa os textos de Galeno. Até o momento, os cientistas conseguiram processar 26 páginas do hinário, trabalho que levou por volta de 10 horas para ser concluído. Eles ainda têm outras 200 páginas para processar, mas, eventualmente, os ensinamentos do médico grego finalmente (e, quem sabe, alguns mistérios também!) serão revelados.

***

Sabia que fãs de filmes e séries agora estão no Clube Minha Série? Neste espaço, você também pode escrever e encontrar outros especialistas sobre seus programas favoritos! Acesse aqui e participe.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.