Nasce na China bebê filho de pais que morreram há 4 anos
444
Compartilhamentos

Nasce na China bebê filho de pais que morreram há 4 anos

Último Vídeo

Você ficou confuso com esse papo de bebê cujos pais faleceram há 4 anos ter nascido só agora? Pois, de acordo com uma notícia divulgada pela BBC, foi isso o que aconteceu — mais especificamente, o nascimento se deu em dezembro de 2017, na China. Mas, deixe a gente contar essa história melhor para você!

Os pais biológicos da criança tinham intenção de ter filhos um dia por meio da fertilização artificial e buscaram ajuda de especialistas. O casal passou por todos os procedimentos necessários e deixaram embriões viáveis congelados para que, no momento propício, eles dessem andamento ao processo e “engravidassem”. Entretanto, em 2013, os dois acabaram morrendo em um acidente de carro.

Batalha legal

Os embriões ficaram armazenados em um hospital de Nanjing em um tanque de nitrogênio líquido a temperaturas de cerca de – 196°C. Contudo, como não existia um precedente legal para determinar que futuro que eles levariam, os pais das duas pessoas que faleceram — cujas identidades não foram reveladas — decidiram travar uma batalha judicial para “herdar” os embriões congelados e poder gerar o feto de alguma forma.

Fertilização in vitro(American Life League/Welcome Images)

Os “avós” dos embriões conseguiram conquistar o direito de seguir adiante com a fertilização e encontraram uma mulher do Laos que serviu de “barriga de aluguel”. Mas as dificuldades não terminaram por aí, uma vez que nenhuma companhia aérea concordou em transportar os embriões e a viagem teve que ser feita de carro.

Tudo correu bem durante a fertilização e a gestação, e a mãe de aluguel deu a luz na China, e não no Laos, entrando no país com um simples visto de turista. E depois do nascimento do bebê — um menino saudável que, conforme mencionamos no início da matéria, veio ao mundo em dezembro —, os quatro avós tiveram que se submeter a exames de sangue e de DNA para provar que o garotinho era seu neto e para que o pequeno pudesse receber a cidadania chinesa.

No fim da saga (e depois de muito sofrimento e estresse!), todas as dificuldades foram superadas e deu tudo certo! O menino foi batizado de Tiantian e agora tem quatro “pais” realmente queriam que essa criança viesse ao mundo e que devem passar o tempo todo paparicando o bebê.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.