Ol Doinyo Lengai: o vulcão que expele lava preta
80
Compartilhamentos

Ol Doinyo Lengai: o vulcão que expele lava preta

Último Vídeo

A maioria das pessoas já viu alguma coisa relacionada a vulcões alguma vez na vida; às vezes em documentários, livros escolares ou até em filmes, que podem ir desde uma leve menção de um projeto de ciências até um daqueles blockbusters focados  exclusivamente em alguma montanha de magma prestes a entrar em erupção e matar milhares de pessoas no caminho.

E dentre tantas opções, é extremamente comum que a seguinte imagem venha à mente quando falamos dessa estrutura geológica: lava incandescente, à qual seria impossível sobreviver.

Isso não está errado; a maioria deles é exatamente assim, e a matéria expelida costuma ter uma temperatura em torno de 1.000 °C. Mas o Ol Doinyo Lengai é uma exceção a essas regras.

1

Localizado na Tanzânia, ele é bastante diferente dos vulcões comuns, e tudo isso por causa da sua composição química. A rocha magmática da maioria dessas estruturas é o basalto, enquanto o nosso querido vulcão negro é rico em carbonatito. E o que isso tem de tão diferente?

O carbonatito tem um ponto de fusão muito menor do que o do basalto; ou seja, ele precisa aquecer muito menos para derreter, o que faz com que não chegue à incandescência. Por isso, a sua lava é preta, e não laranja, como estamos acostumados a ver – e fica branca quando endurece!

O fato de seu ponto de fusão ser menor faz com que ele seja muito mais frio do que os outros. Lembra que nós comentamos que a temperatura do magma costuma ser próxima de 1.000 °C? Pois é, no caso do Lengai, ela fica em torno dos 510 °C, pouco mais da metade. Claro que ainda é muito quente, mas, por incrível que pareça, é possível sobreviver nessas condições. Em 2008, um homem que fazia parte de uma expedição escorregou e caiu dentro do vulcão. Com certeza, a dor não foi nada tranquila, mas ele foi resgatado com vida.

2

Apesar de estar mais do que comprovado de que é possível sobreviver na temperatura da  montanha africana, um vulcão ainda é um vulcão, e este tem um plus que o deixa ainda mais perigoso, ligado a essa composição química toda especial. A lava comum é bem mais grossa e pesada; ela se move a uma velocidade de 10 km/h, algo fácil de superar mesmo a pé, caso você esteja fugindo unicamente dela (sem mencionar todos os outros fatores que podem fazer parte de uma erupção). Nesse caso, o inverso é igualmente válido. Se o carbonatito é mais leve, a lava do Lengai também e pode correr tão rápido quanto água. Então, por mais que ele pareça mais tranquilo do que os outros, é melhor não bobear.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.