Em pleno 2018, um novo idioma foi descoberto no mundo
39
Compartilhamentos

Em pleno 2018, um novo idioma foi descoberto no mundo

Último Vídeo

Um novo idioma foi recentemente descoberto na região da Malásia e vem sendo chamado de Jedek. Falado por apenas cerca de 280 pessoas no mundo, ele foi documentado pelos linguistas Niclas Burenhult e Joanne Yager, da Universidade Lund, na Suécia, após uma vasta pesquisa de campo realizada na região peninsular que fica ao norte do país.

Mas diferente do que se possa imaginar, as pessoas que falam Jedek não estão escondidas em uma caverna ou comunidade obscura perdida no meio do nada.

O local onde o idioma foi identificado inclusive já havia sido visitado por antropologistas antes, mas essa é a primeira vez que linguistas fazem esse trabalho por lá — o que pode ter ajudado a compreender o vocabulário um pouco mais detalhadamente.

O mais interessante sobre o Jedek é a existência de uma rica variedade de termos voltados a definir práticas de troca e compartilhamento, já que a comunidade se mantém assim. Para os especialistas, isso é interessante porque também ajuda a compreender melhor a própria cultura da comunidade.

Eles perceberam, por outro lado, que comprar, vender e roubar são ações que quase não aparecem na troca de palavras dos moradores das regiões que falam Jedek, normalmente das etnias Menriq ou Batek.

A comunidade agora integra a minoria de 20% da população mundial que se comunica por idiomas menos comuns  são cerca de 3,6 mil línguas minoritárias. Ao todo, cerca de 6 mil idiomas são falados no mundo, mas 80% da população segue os dominantes, como o inglês, o espanhol e o português.

Confira no vídeo a seguir um trecho de uma conversa que mostra um pouco do Jedek!

Outro ponto interessante é que, apesar de se vestirem e consumirem alguns produtos de outras culturas, os moradores da vila na Malásia se mantêm fiéis à sua própria forma de organização social  mais igualitária em termos de gêneros e profissões, já que todos são ensinados a desempenhar diversas as tarefas e não há tanta distinção entre homens e mulheres.

Por conta disso, eles também não possuem os conceitos de mercado ou de profissões como nós, por exemplo, e as regras sociais são bastante não faladas. Não há nenhuma definição de justiça para resolver conflitos, já que as competições não são incentivadas e quase não há brigas.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.