Canibalismo feroz: jacaré é flagrado devorando outro em pântano no Texas
116
Compartilhamentos

Canibalismo feroz: jacaré é flagrado devorando outro em pântano no Texas

Último Vídeo

Por mais que a ideia de que um indivíduo possa devorar outro de sua mesma espécie possa nos provocar arrepios — afinal, o canibalismo é uma prática considerada supertabu mundo afora —, a verdade é que existem vários animais na natureza que não têm o menor problema em petiscar um amiguinho. E um exemplo disso foi documentado recentemente em um pântano do Texas pelo fotógrafo Brad Streets.

Petisco

De acordo com Mindy Weisberger, do site Live Science, Brad se encontrava em um parque estadual quando, de repente, avistou algo não muito agradável: uma maçaroca de entranhas boiando na água. Depois de dar uma boa olhada nas tripas “sem dono”, o fotógrafo viu que havia um jacaré grandalhão por ali — mas foi só uma hora mais tarde que Brad descobriu de onde vinham as vísceras...

Jacaré come jacaréOlha aí o dono das tripas (The Sun/Caters News Agency/Brad Streets)

Segundo Mindy, o grandalhão da imagem é um jacaré-norte-americano (Alligator mississippiensis), um bicho que, quando adulto, pode entre 2,5 e 3 metros de comprimento e pesar mais de 400 quilos, embora exemplares de quase 5 metros já tenham sido observados na natureza. No geral, esses répteis se alimentam de rãs, cobras e animais mortos, mas, como você viu, não são de muita frescura na hora de matar a fome, e se um indivíduo mais jovem ficar dando sopa... Nhóc!

Jacaré come jacaréCoitadinho (The Sun/Caters News Agency/Brad Streets)

No caso do jacaré flagrado por Brad, ele capturou um exemplar menor, possivelmente mais jovem, e engoliu a criatura inteirinha. Tanto que na última foto só é possível ver a pontinha da cauda do pobrezinho apontando para fora da bocarra do jacaré.

Jacaré come jacaréSem frescura à mesa (The Sun/Caters News Agency/Brad Streets)

Já com relação ao comportamento — canibal — do réptil, Mindy disse que não é assim tão raro ver um jacaré devorando outro, uma vez que, além de serem criaturas oportunistas, que não dispensam petiscos, eles são superterritoriais e agressivos, especialmente durante os períodos de acasalamento. Sendo assim, se algum macho invadir o espaço de outro, rolam brigas bastante tensas e o vencedor geralmente come o perdedor. No sentido de devorar mesmo, viu, caro leitor!?

Jacaré come jacaréE era uma vez um jacarezinho (The Sun/Caters News Agency/Brad Streets)

Mas, voltando ao assunto das presas, quando se trata de um animal pequeno, os jacarés engolem as criaturas inteiras, enquanto que, no caso de bichos maiores, os répteis usam suas poderosas mandíbulas para triturar ossos e dilacerar os corpos em pedaços menores. Já com animais mais grandinhos, depois de matá-los, os jacarés podem estocar as carcaças em suas tocas próximo à água e esperar que a carne fique mais “molinha” e mais fácil de rasgar.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.