Laranja desafia a ciência por ficar roxa após cortada
Seja o primeiro a compartilhar

Laranja desafia a ciência por ficar roxa após cortada

Último Vídeo

As frutas e verduras que consumimos não são tão naturais quanto as que nossos avós comiam. O desenvolvimento de novas tecnologias para controle de pragas tornou possível uma produção mais eficiente, que supre a demanda de alimentos do mercado. Por outro lado, não se sabe exatamente quais são os efeitos dos agrotóxicos em nossos corpos, mas as chances de que não sejam inofensivos é muito grande.

Apesar da oferta cada vez maior de produtos orgânicos, continuamos consumindo vegetais produzidos com o auxílio de produtos químicos. A princípio, não existem grandes problemas nisso, mas você comeria uma laranja que fica roxa com o tempo?

Mistério da laranja

Quando foi à feira e comprou laranjas, a australiana Neti Moffitt não imaginava que passaria por uma situação como essa. Ela chegou a servir a fruta como lanche para seu filho de 2 anos de idade, mas nenhum dos dois sentiu diferença na aparência ou no sabor. Apesar disso, apenas após deixar uma fatia exposta durante a noite, ela percebeu a coloração diferente que surgiu.

A primeira reação foi procurar na internet sobre o assunto, pois essa poderia ser uma nova variedade da fruta. Ela acabou encontrando uma reportagem de 2015, em que uma pessoa havia passado pela mesma experiência, mas nenhuma resposta além disso.

Em entrevista ao ABC.net.au, ela declarou que “a aparência era de que alguém tinha passado a fruta em uma almofada de tinta de carimbo, mas garanto que não fizemos isso”. Quando percebeu a mudança de cor, ela foi até a lixeira para ver se o pedaço que seu filho consumiu também tinha ficado roxo; eis que se tratava de um tom de roxo ainda mais intenso do que o pedaço sobre a mesa. “Meu primeiro pensamento foi: eu espero que isso não tenha afetado meu filho. Mas ele está bem, a situação não foi motivo para desespero”.

Ajuda científica

Ao ler sobre o outro caso, ela percebeu que a cor era realmente algo fora do comum e resolveu avisar as autoridades locais sobre o ocorrido. Não muito tempo depois, um cientista foi até a casa de Nefi recolher os pedaços de fruta e objetos que estiveram em contato com ele.

"O cavalheiro que veio buscá-lo estava muito, muito animado. Ele estava ciente do caso anterior e conversou com o químico que testou a laranja na ocasião", disse ela surpresa. A empolgação tinha motivo, pois o caso anterior ficou sem respostas definitivas. Na época, foram realizados testes para comida artificial e iodo, mas todos deram negativo.

Amostras também foram enviadas a um laboratório especializado em análise molecular, mas nada de anormal foi encontrado. Por isso, a principal suspeita era de que algum utensílio utilizado para cortar a laranja fosse o causador da cor diferenciada, contudo nenhuma causa específica foi apontada.

A laranja de Nefi pingou líquido roxo em um limão de sua fruteira, que também foi levado para análise. Durante a coleta, eles ainda fizeram diversas perguntas para a mulher, observando que próximo ao local onde ficam as frutas existe um buquê de rosas. Enfim... Apesar de todas as informações coletadas, até agora o motivo da modificação de cor não foi encontrado.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.