Cuidar da saúde do seu cérebro é mais fácil do que você imagina
26
Compartilhamentos

Cuidar da saúde do seu cérebro é mais fácil do que você imagina

Último Vídeo

Da mesma forma que as pessoas vão para a academia para trabalhar o fortalecimento dos músculos do corpo, através de exercícios frequentes e repetitivos, cuidar do cérebro também exige esforço e a prática de alguns exercícios. Acontece que, ao contrário do que sempre foi dito, parece que o segredo não é se focar em atividades como Sodoku ou palavras-cruzadas.

Jessica Langbaum, psiquiatra que trabalha em um centro de prevenção da Doença de Alzheimer, afirma que o melhor jeito de manter o cérebro “musculoso”, digamos assim, não é necessariamente apostando em jogos tidos como ideais para o caso, mas sim em trabalhar. Sim, trabalhar.

Langbaum explica que jogos como o Sodoku realmente fazem bem, mas que assim ficamos muito tempo focados em apenas uma tarefa. Trabalhar, por outro lado, e seja lá o que você tem como profissão, exige um esforço cerebral bem maior e mais intenso, fazendo com que o seu órgão pensante processe informações variadas e tenha diferentes regiões ativadas.

“Enquanto você ainda está trabalhando, você está sendo desafiado diariamente a realizar múltiplas tarefas, a se lembrar de coisas, a processar informações”, ela disse, em declaração publicada no Inc.

E não é só isso

the office

A psiquiatra explica que as pessoas podem, sim, apostar em jogos de concentração como uma forma de cuidar do cérebro, mas que elas devem dar prioridade a tarefas que exijam mais concentração e possibilitem a realização de diversos tipos de atividades.

Para cuidar do cérebro, Langbaum tem outra recomendação ainda mais fácil do que trabalhar: passar mais tempo com outros indivíduos. “As pessoas que têm muitas interações sociais, particularmente na idade adulta, têm menos riscos de desenvolver demência e Alzheimer na terceira idade”, explicou, reiterando que manter boas relações sociais é comprovadamente uma forma de deixar o cérebro saudável.

Para melhorar, outros estudos já relacionaram o convívio social a uma melhora geral em termos de saúde física, especialmente quanto a pressão arterial, sistema imunológico e sensação de energia e bem-estar. Ou seja: chame sempre seus amigos para aquele happy hour que vocês tanto gostam e não se sinta culpado por isso.

Em relação ao trabalho, vale frisar que não significa que trabalhar em excesso faz bem. Na verdade, é bem o contrário: seu cérebro precisa ter horas fixas de trabalho e dias de folga. Bancar o workaholic não é saudável, e importante também é valorizar os intervalos para o cafezinho e uma boa hora de almoço. O segredo, como tudo na vida, está no equilíbrio.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.