Você sabe o que a Ciência diz sobre amor à primeira vista?
16
Compartilhamentos

Você sabe o que a Ciência diz sobre amor à primeira vista?

Último Vídeo

Quem é que não gosta de uma boa história de amor à primeira vista? Quando duas pessoas que nem se conhecem direito acabam sentindo uma paixão avassaladora uma pela outra e quando tudo parece estar predestinado a dar certo para sempre?

Acontece que, para a ciência, não é exatamente de amor que estamos falando nessas situações, viu. De acordo com um estudo publicado recentemente, o que chamamos de amor à primeira vista é, na verdade, o que os cientistas chamaram de “forte atração inicial” ou o que conhecemos também como luxúria.

O estudo envolveu a monitoração de 500 encontros protagonizados por 200 participantes (estudantes com seus 20 e poucos anos) que falaram, depois, sobre a atração que sentiam com seus pares românticos em cada um dos encontros.

O teste

morango

A pesquisa foi dividida em três estágios: um levantamento online, um estudo laboratorial e três encontros românticos que não poderiam durar mais do que 90 minutos cada. Depois dos encontros, os participantes responderam um questionário e falaram se sentiram o tal amor à primeira vista e também em que nível achavam a pessoa com a qual saíram atraente. Os componentes medidos durante o experimento foram intimidade, comprometimento e paixão.

Os resultados mostraram que o amor à primeira vista foi relatado 49 vezes por apenas 32% dos participantes, e que a maioria das vezes esse amor à primeira vista era relacionado a atração física e quase nunca à sentimentos como intimidade e comprometimento.

O estudo foi feito com 60% de mulheres, e a maioria de casos de amor instantâneo foi relatada por homens, e quase nunca de forma recíproca. No fim das contas, era só atração física mesmo.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.