Um problema matemático que não pode ser resolvido
165
Compartilhamentos

Um problema matemático que não pode ser resolvido

Último Vídeo

Você já deve ter ouvido a frase “aquilo que não tem solução solucionado está”. O conceito pode se aplicar a muitas coisas na vida, mas não é o tipo de frase que nos vem à mente quando pensamos em ciências exatas como a matemática, certo? Acontece que teóricos canadenses chegaram a um impasse que nem mesmo a mais moderna inteligência artificial pode resolver.

Na verdade, Kurt Gödel e Paul Cohen já haviam comprovado, em 1931, que nem todos os problemas matemáticos são solucionáveis. Não por serem incrivelmente difíceis, mas por realmente não terem uma resposta. 

O princípio se aplica à inteligência artificial, inclusive aquelas que se relacionam ao aprendizado das máquinas (como quando o Facebook ou o Google reconhecem as pessoas nas suas fotos). Isso acontece porque a IA é baseada em matemática, logo, pode ser estudada teoricamente – mas também se submete às suas regras.

A pesquisa mencionada demonstrou que um problema chamado de “estimando o máximo” guarda semelhanças com a “hipótese da continuidade”, ainda sem solução. A questão envolve uma estimativa relacionada ao número de possíveis visitantes em sites e à maximização da exibição de anúncios para eles.

Apesar de a ideia de "sem solução" parecer meio extrema, os pesquisadores alertam para o fato de que a resposta para a "hipótese da continuidade" não é relevante para muitos problemas matemáticos. Logo, a situação toda não deve criar maiores problemas para que o aprendizado de máquina continue se desenvolvendo ao longo dos anos. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.