A Noruega é o primeiro país em que mais da metade dos carros são elétricos
08
Compartilhamentos

A Noruega é o primeiro país em que mais da metade dos carros são elétricos

Último Vídeo

A Noruega é um país impressionante, principalmente no que diz respeito a bater seus próprios recordes. Dessa vez, o assunto é carros elétricos. Há um ano atrás, a mídia veiculou a informação de que em 2017, 52% dos carros vendidos no país eram híbridos elétricos. No início desse ano, os números já ultrapassavam 60%.

Agora que a Noruega é oficialmente o primeiro país do mundo em que mais da metade dos carros vendidos são elétricos, é momento de deixar os híbridos de lado.

Reprodução/Aluguel de Carros

Nesta última segunda-feira (01/04), a Federação Norueguesa de Rodovias (NRF) divulgou a notícia de que eles ultrapassaram os números na adoção de carros elétricos no final de março: 58,4% dos carros vendidos eram elétricos. A evolução no período de um ano foi muito expressiva. A título de comparação, em 2017, o país teve uma taxa de 20,8% na venda desses veículos. Apenas um ano depois, os números tiveram um crescimento de 31,2%.

Por esse motivo, as expectativas para o primeiro trimestre de 2019 estavam bem altas: estimava-se que as vendas alcançariam 48%. Mas, para a surpresa de muitos, a porcentagem foi muito maior — como mencionado no primeiro parágrafo.

O fator essencial para a mudança

Reprodução/Blog Mila

Em resumo, as empresas Nissan e Tesla entraram no jogo e colocaram cartas muito importantes na mesa. O carro Leaf, da Nissan, foi o mais quotado no ano de 2018 na Noruega. Além disso, a Tesla introduziu seu Modelo 3 no país. Esses fatores não estavam previstos e dispararam os números para os vendedores — o que estourou todas as metas estimadas.

Nos primeiros três meses desse ano, a Tesla vendeu nada menos que 5.822 veículos na Noruega — dos quais 5.312 eram do Modelo 3. Isso significa que, atualmente, a empresa possui 31,7% do mercado de carros elétricos do país. 

Reprodução/Actual Seguros

Vale dizer que essas empresas não foram as únicas responsáveis pela mudança que ocorreu no mercado automobilístico norueguês. Afinal, o governo do país tem sido responsável por promover diversas ações nesse sentido, com o objetivo de bater suas metas — no mínimo — a médio prazo. Por exemplo, existem grandes incentivos para aqueles que adquirem veículo automáticos; como acesso a faixas especiais, isenção no pagamento de determinados impostos e de pedágios.

Além desse fato, o país tem o objetivo de construir um sistema de recarga que inclua pelo menos duas estações a cada 50 quilômetros, facilitando a vida dos adeptos aos modelos automáticos. Esse é apenas mais um ponto do plano agressivo de implementação: a estimativa é de que até o ano de 2025, todos os carros vendidos no território norueguês sejam elétricos.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.