Costa da África do Sul já não é mais habitat do tubarão branco

Costa da África do Sul já não é mais habitat do tubarão branco

Último Vídeo

A costa da Cidade do Cabo, na África do Sul, já foi lar de muitos tubarões brancos, mas o cenário mudou consideravelmente nos últimos tempos. De acordo com o governo da cidade, que está trabalhando em conjunto com o programa local Shark Spotter, os grandes tubarões brancos desapareceram completamente de False Bay nos últimos 18 meses. 

"Os Shark Spotters registraram um declínio significativo na atividade dos tubarões brancos ao longo da costa e em Seal Island nos últimos dois anos", disse a Shark Spotters, organização de pesquisa e segurança em tubarões da Cidade do Cabo, em comunicado no Facebook.

Pesquisadores registraram, entre 2010 e 2016, uma média de 205 avistamentos de grandes tubarões brancos por ano em torno de False Bay, uma bacia de 28 quilômetros de largura localizada no sudoeste da África do Sul, próxima à Cidade do Cabo. Em 2018, o número caiu para 50 e, neste ano, ainda não houve um avistamento confirmado.

Ecossistema em risco

O desaparecimento dos tubarões brancos da região não é um problema só para essa espécie, mas para todo o ecossistema de False Bay. Como predarores, eles auxiliam no controle da densidade das presas e restrigem os predadores menores. Além disso, os animais são um grande atrativo para o turismo local. 

Um arco-íris duplo sobre a vila de Simon's Town, em False Bay, na África do Sul. (Fonte: Cathy Withers-Clarke / Shutterstock)

"Embora a razão exata para isso não seja clara, a chegada de um ecótipo específico de Orca que antecede os tubarões parece ter tido um efeito significativo na distribuição de tubarões brancos em nossa área", explicaram os pesquisadores em comunicado.

Entretanto, no ano passado houve um grupo de pesquisadores locais de tubarões que deram outra explicação para o sumiço dos tubarões brancos: a sobrepesca. Em entrevista ao Yale Environment 360, a revista ambiental da Universidade de Yale, eles afirmaram a suspeita de que os pescadores poderiam estar ilegalmente fisgando e matando jovens tubarões brancos. A mudança climática e mudanças ambientais também podem ter influenciado no desaparecimento desses predadores da região. 

“Pode haver alguma mudança no ambiente”, disse Meaghen McCord, diretora fundadora da South African Shark Conservancy, em agosto de 2018 ao Yale Environment 360. “Nós não temos certeza e estamos à beira de possíveis grandes mudanças climáticas, poucos cientistas estão preparados para dizer algo conclusivo ainda". 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.