Heterocromia: condição genética que altera a cor dos olhos

Heterocromia: condição genética que altera a cor dos olhos

Último Vídeo

Você já conheceu alguém com olhos de cores diferentes? A heterocromia, que afeta seis a cada mil pessoas, é uma condição genética que faz com que as íris dos olhos tenham várias cores. Isso é causado por falta ou excesso de melanina, o pigmento responsável por dar cores em nosso corpo, como na pele, cabelos e olhos. Rara nos humanos, a condição é encontrada com mais facilidade nos animais, principalmente os domésticos. 

A diferença na íris dos olhos pode ser sutil, como arcos de cores diferentes, ou ter um contraste mais acentuado, como um olho marrom e outro preto. Os casos são provocados pela variação nos genes EYCL3 e EYCL1, ambos responsáveis pela coloração dos olhos. Quem possui a condição não tem a visão afetada, podendo viver tranquilamente com olhos de várias tonalidades.

Heterocromia em seres humanos

Heterocromia em seres humanos. (Fonte: Você Sabia/Reprodução)
Heterocromia em seres humanos. (Fonte: Você Sabia/Reprodução)

Na íris, há três pigmentos predominantes que determinam as cores do olho: o castanho, o amarelo e azul. A mistura deles resulta nas cores de olhos que somos acostumados a ver. Quem possui heterocromia, pode misturar essas cores em apenas um olho ou ter os dois olhos com cada pigmento. São classificadas por casos diferentes, mas nenhum possui predisposição à doenças ou riscos. 

A heterocromia sectorial ocorre quando há duas cores em um mesmo olho, tendo uma como cor dominante. A diferença é notada próxima a íris, e pode afetar um olho ou os dois. Já a central, que é mais comum, indica dois ou mais círculos de cores diferentes, normalmente acontecendo em um olho só. A heterocromia completa é a mais rara e ocorre quando os dois olhos possuem cores completamente diferentes.

Nos animais, pode indicar problemas

Heterocromia em animais. (Fonte: Top Biologia/Reprodução)
Heterocromia em animais. (Fonte: Top Biologia/Reprodução)

Diferente dos seres humanos, a heterocromia completa é mais comum de encontrar em animais, como por exemplo os cães da raça husky siberiano. Apesar de raro, cores diferentes dos olhos dos pets pode estar relacionado a alteração na visão e algumas deficiências, como surdez.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.