Seja o primeiro a compartilhar

Ser enterrado vivo: entenda como isso pode ser possível

Ser enterrado vivo é um pesadelo para a maioria das pessoas e por mais estranho que pareça, não é impossível de acontecer com qualquer ser humano. Ainda que não se saiba de fato sobre a maioria dos casos de pessoas enterradas vivas, existem algumas condições que sustentam a possibilidade disso acontecer. Seja por algum estado médico, atos de violência ou situações fora de comum, ser enterrado de forma prematura se torna um risco real. Confira abaixo algumas razões pelas quais algumas pessoas acabam nessa situação: 

Catalepsia

Condição onde a pessoa tem resposta reduzida a estímulos e uma tendência a manter uma postura imóvel, os músculos enrijecidos e a respiração mais lenta. Pode ocorrer com distúrbios psicóticos como esquizofrenia e outras condições.

(Fonte: Pixabay)
(Fonte: Pixabay)

Hipotermia

Se grave, pode levar a pessoa à inconsciência, desacelerando o seu pulso e a sua respiração, o que aparenta serem poucos sinais de vida. Pode ocorrer durante exposição a temperaturas extremamente baixa, por conta de casos de diabetes, que podem induzir a pessoa ao coma, também de traumatismo craniano ou a partir do uso de determinadas drogas que são responsáveis por alterar a temperatura corporal.

Bradicardia

A frequência cardíaca diminui consideravelmente, e se acompanhada de desmaios, pode levar a pessoa a aparentar uma pessoa morta. Essa condição pode ser causada por problemas cardíacos, tireoide hipoativa, entre outras causas. Álcool, drogas e ansiedade também podem ocasionar essa queda da frequência cardíaca.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.