Coronavírus deixa cerca de 7 mil pessoas isoladas em cruzeiro

Coronavírus deixa cerca de 7 mil pessoas isoladas em cruzeiro

Último Vídeo

Um cruzeiro com 7 mil pessoas ficou parado no porto de Civitavecchia, na Itália, na última quinta-feira (30), por causa de uma suspeita de coronavírus. A paciente, mulher de 54 anos, apresentou sintomas de infecção pelo coronavírus, e precisou ser colocada de observação junto com o seu acompanhante na enfermaria do cruzeiro.

Após exames, foi descartada a possibilidade de coronavírus na passageira. Já seu marido não apresentou sintomas de infecção. Apesar da situação, o clima dentro do navio era de tranquilidade, conforme uma das passageiras publicou no Twitter.

"Essa é a normalidade em que vivemos a bordo. Fomos informados às 14:00 que alguém estava doente a bordo. Que até hoje à noite não saberemos os resultados. Essa é a única informação fornecida.Pelo menos estamos calmos, ou com falta de comunicação!"

De acordo com a Costa Cruzeiros, empresa responsável pela embarcação, havia seis mil passageiros a bordo, aguardando a liberação para poder desembarcar. O restante das pessoas faziam parte da tripulação do cruzeiro.

A Itália também foi o primeiro país europeu a suspender voos que tinham a China como origem e destino. O país teve dois casos confirmados de coronavírus, conforme anunciou o primeiro-ministro Giuseppe Conte.

Devido à forma como o coronavírus tem se espalhado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, também nesta quinta-feira, emergência de saúde internacional. Além da China, outros 21 países somam mais de 105 pacientes infectados. O Reino Unido foi o mais recente a registrar um caso, confirmado pelas autoridades na manhã desta sexta-feira (31). No Brasil, nove pacientes estão sendo monitorados.

Coronavírus deixa cerca de 7 mil pessoas isoladas em cruzeiro via TecMundo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.