Pandas de um zoológico em Hong Kong se acasalam após 10 anos

Pandas de um zoológico em Hong Kong se acasalam após 10 anos

Último Vídeo

Um zoológico de Hong Kong divulgou que dois pandas gigantes chamados Ying Ying e Le Le se acasalaram com sucesso pela primeira vez depois de uma década. O evento, ocorrido na última segunda-feira (6), é um feito raro para as espécies desses animais que apresentam baixa libido. Para os amantes de pandas (e outros bichos), e em específico aqueles que trabalham na preservação e conservação das espécies, a notícia foi motivo de comemoração.

Mesmo vivendo por cerca de 13 anos juntos no Ocean Park, os dois animais não se relacionavam intimamente há 10 anos. Bastou que o zoológico fechasse — devido à pandemia do coronavírus como medida de prevenção à propagação da doença — para que os dois tivessem um pouco de privacidade e se soltassem para o acasalamento. A instituição foi fechada no dia 26 de janeiro, deixando o ambiente livre dos milhares de visitantes que por lá passavam.

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

É o amor...

É importante lembrar que os pandas gigantes possuem um período específico que ocorre apenas alguns dias por anos em que o período fértil se intensifica. Mesmo que esses animais estivessem em ambiente selvagem, seu baixa libido tem comprometido sua sobrevivência e a manutenção da espécie. Há de se comemorar, portanto, que esse acasalamento em questão tenha ocorrido, até mesmo porque os pandas gigantes já têm uma certa vulnerabilidade em sua categoria animal.

O diretor executivo de operações zoológicas e conservação do Ocean Park, Michael Boos, falou ao The New York Times sobre as tentativas de acasalamento natural dos pandas que ocorre desde 2010, mesmo que eles tenham chegado ao zoológico em 2007. Boos disse que os dois não haviam tido sucesso até este ano. "O sucesso do processo de acasalamento natural hoje é extremamente emocionante para todos nós, já que a chance de gravidez por acasalamento natural é maior do que por inseminação artificial”, enfatizou.

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

Hormônios à flor da pele

Os funcionários do parque disseram ainda que observaram a mudança nos níveis hormonais de Ying Ying, que estavam cientes de que os dois poderiam se acasalar e que o horário de pico da ação aconteceria na segunda-feira. Esses funcionários também acompanharam tudo, tirando fotografias dos momentos de intimidade dos animais. 

Por conta das inúmeras dificuldade de acasalamento e reprodução dessa espécie, o Worldwide Fund for Nature estimou que restavam apenas 1.864 pandas gigantes na natureza de acordo com dados de 2014. As fêmeas são receptivas e férteis por apenas 24 a 72 horas por ano e se os machos não aproveitarem esses momentos, novas tentativas só poderão ocorrer no ano seguinte.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.