Estrutura da principal enzima do covid-19 é mapeada

Estrutura da principal enzima do covid-19 é mapeada

Último Vídeo

Pesquisadores da Universidade de ShanghaiTech, na China, conseguiram mapear a estrutura da principal protease do Sars-CoV-2, agente etiológico do novo coronavírus. A doença já matou mais de 100 mil pessoas em todo o mundo.

Foi criado um mapeamento por computação que auxiliou na descoberta de um inibidor base — chamado N3 — da protease principal do vírus, a Mpro. Ela é a enzima-chave do Sars-CoV-2 e tem um importante papel na replicação e transcrição desse microrganismo.

O RNA do vírus é um polipeptídeo longo, dividido por diversas enzimas distintas. O papel da protease é "cortar" esse polipeptídeo em proteínas funcionais. A Mpro, encontrada no Sars-CoV-2, digere esse composto orgânico em 11 locais, segunda contam os autores do estudo, que foi publicado no periódico científico Nature em 9 de abril.

Representação 3D da estrutura da enzina-chave do Sars-CoV-2Representação 3D da estrutura da enzina-chave do Sars-CoV-2

Futuro remédio contra o coronavírus

Foram testadas mais de 10 mil substâncias que poderiam conseguir inibir a enzina Mpro. De todas, 6 tiveram resultados positivos e conseguiram interferir no funcionamento da enzina.

De acordo com os porta-vozes do estudo em uma declaração à imprensa, essas substâncias poderão auxiliar a definir quais remédios podem combater o coronavírus e até mesmo servir como base para a criação de vacinas para a imunização da população.

As informações encontradas pela equipe chinesa foram divulgadas para mais de 300 grupos de investigação em todo o mundo como uma maneira de agilizar o processo de pesquisa em torno da doença.

Descoberta auxiliará na criação de vacinas e medicamentos para combater o covid-19Descoberta auxiliará na criação de vacinas e medicamentos para combater o covid-19

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.