Coronavírus: novo processo esteriliza até 4 milhões de máscaras N95 por dia

Nos Estados Unidos, a Food and Drug Administration (FDA) decidiu conceder uma autorização de uso de emergência para um processo de descontaminação fornecido pela empresa Advanced Sterilization Products (ASP), que esteriliza até 4 milhões de máscaras N95 por dia para reutilização.

O processo pode se provar uma boa forma de combater a escassez contínua de suprimentos que profissionais médicos e trabalhadores de unidades de saúde estão enfrentando.

(Fonte: Getty Images/Reprodução)(Fonte: Getty Images/Reprodução)

Como funciona?

Esta descontaminação basicamente reutiliza este equipamento de proteção individual - que foi projetado originalmente para uso único - através da esterilização com gás vaporizado de peróxido de hidrogênio. 

As máquinas de esterilização da série STERRAD da empresa, que estão incluídas na autorização emergencial, já estão em uso em cerca de 6.300 hospitais. Normalmente, elas servem para a limpeza de outras peças de equipamento clínico, e não haviam sido utilizadas antes para máscaras. No momento, existem cerca de 9.930 delas em operação nos EUA, cada uma com a capacidade de processar cerca de 480 N95 por dia.

Também existe outro sistema semelhante para descontaminação destes equipamentos de proteção que já foi liberado pela FDA: o processo de Battelle de peróxido de hidrogênio vaporizado. 

A Universidade Duke solicitou que este modo de esterilização fosse usado nas máscaras depois de provar que é seguro, eficaz e disponível em uma variedade de equipamentos já utilizados em laboratórios de biocontenção e outros tipos de instalações médicas.

A importância

(Fonte: Getty Images/Reprodução)(Fonte: Getty Images/Reprodução)

A nova liberação expande e muito o alcance e o volume potencial de descontaminação, e pode abrir caminho para que novos processos apareçam.

Por enquanto, todas essas autorizações são consideradas de caráter emergencial, mas nada impede que se tornem mais permanentes após a pandemia, como um modo de preparar melhor os sistemas de saúde para outros problemas futuros. 

As tecnologias para a reutilização de emergência de equipamentos de uso único e outras formas de prolongar a vida útil de aparelhos médicos cruciais estão mostrando todo o seu valor, e provando a cada dia que merecem mais investimentos e estudos.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.