HC da USP usa inteligência artificial para diagnosticar covid-19

HC da USP usa inteligência artificial para diagnosticar covid-19

Último Vídeo

O Hospital das Clínicas (HC) da Universidade de São Paulo (USP) está usando inteligência artificial para diagnosticar pacientes infectados com o novo coronavírus. Além da identificação da doença, o sistema também recomenda o melhor tratamento para cada caso.

A novidade, que começou a funcionar nesta quarta-feira (22), usa um banco de imagens que armazena dados de pessoas com suspeita ou teste positivo para a covid-19. As informações analisadas pelo sistema de IA incluem raios-X e tomografia do pulmão.

Segundo o presidente do instituto de inovação do HC Giovanni Cerri, é possível detectar padrões no acometimento dos pulmões de pacientes com coronavírus que facilitam o diagnóstico. Com isso, o algoritmo identifica a doença já na triagem da unidade de saúde.

A IA aumenta a precisão dos testes convencionais.A IA aumenta a precisão dos testes convencionais.

Para tanto, o novo sistema classifica as pessoas que testaram positivo para a doença e cruza os dados clínicos, detalhes sobre sintomas, fatores de risco e as imagens obtidas nos exames.

Aumentando a precisão dos resultados

Ainda de acordo com Cerri, a utilização da inteligência artificial na identificação dos pacientes com covid-19 aumentará a precisão do diagnóstico, trazendo informações sobre o estado de saúde antes mesmo do resultado do exame PCR ficar pronto.

E para que outras entidades possam contar com as mesmas vantagens, o HC disponibilizará o sistema de forma colaborativa, permitindo o cadastro na plataforma para a alimentação com novas imagens e a utilização dos dados existentes para testar mecanismos de IA próprios.

Ao enviar uma imagem, o médico acessa o laudo elaborado pelo algoritmo, com o grau de comprometimento do pulmão e a probabilidade de se tratar de uma infecção por coronavírus. Em um caso no qual o teste dê negativo, mas a IA aponte 95% de chance da covid-19, por exemplo, pode ser necessário refazer o diagnóstico.

O sistema é acessado remotamente, via celular ou tablet, ou por meio da conexão dos aparelhos de raio-X e tomografia à rede do hospital.

HC da USP usa inteligência artificial para diagnosticar covid-19 via TecMundo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.