Seja o primeiro a compartilhar

Pesquisadores criam membrana que aumenta nível de proteção das máscaras N95

A pandemia trouxe uma escassez de vários itens, principalmente de máscaras de proteção facial, como as N95, que são comumente utilizadas por profissionais de saúde. E mesmo este tipo de máscara oferecendo o maior nível de proteção disponível atualmente, ela também possui suas limitações.

A boa notícia é que os pesquisadores desenvolveram uma membrana que pode ser conectada uma máscara N95 e substituída quando necessário. O tamanho de seu poro é menor, o que permite bloquear mais partículas de vírus, afinal, as partículas de SARS-CoV-2 tem de 65 a 125 nanômetros, então mesmo com a N95, algumas podem acabar passando.

Com a falta de máscaras devido à pandemia, muitos profissionais de saúde acabam usando várias vezes suas N95, o que levou Muhammad Mustafa Hussain e colegas a procurarem uma alternativa que pudesse ajudá-los a reutilizarem o equipamento com segurança.

A membrana é hidrofóbica, o que impede que os poros fiquem entupidos, e também pode ser descartada após cada uso, aumentando a proteção para aqueles que estão na linha de frente do combate à doença.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER