Coronavírus: 3 cepas do vírus são as principais no Brasil

Coronavírus: 3 cepas do vírus são as principais no Brasil

Último Vídeo

Entender o novo coronavírus, causador da covid-19, é essencial para saber como lidar com o vírus e saber como se prevenir. Dessa forma, a recém descoberta das cepas responsáveis pela maioria das infecções ilumina um pouco sobre como a contaminação ocorreu no Brasil. 

Esse entendimento é resultado de um estudo brasileiro que contou com mais de dez pesquisadores, tem o suporte da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de S. Paulo (Fapesp), ajuda do Centro Brasil-Reino Unido para Descoberta, Diagnóstico, Genômica e Epidemiologia de Arbovírus e foi publicado no periódico online medRxiv.

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

A descoberta feita no estudo

Uma das principais descobertas do trabalho da Fapesp é o fato de que apenas três cepas são responsáveis pela grande maioria dos casos, sendo que mais de 100 possíveis versões do novo coronavírus chegaram ao Brasil. Essas três são responsáveis por 805 mil casos de covid-19 até o dia 12 de junho. 

Segundo o estudo, essas três cepas apareceram nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo entre os dias 22 e 27 de fevereiro. Portanto, já circulavam e causavam a doença antes mesmo das ações de quarentena começarem por aqui, e, acima de tudo, indica que, em março, já existia uma transmissão comunitária em terras brasileiras.

Conclusões a partir do estudo

Uma das principais conclusões que este estudo trouxe é o entendimento, a partir da identificação das três cepas, de que a transmissão comunitária no Brasil aconteceu bem antes do esperado. Vale lembrar que a data, entre os dias 22 e 27 de fevereiro, é bem anterior às medidas de restrições e às ações para conter a disseminação do vírus.  

Com isso, sabe-se que a maioria dos casos do país foram originados nos estados do Rio e São Paulo. Dessa forma, o Sars-CoV-2 foi levado para o restante do país por pessoas que saíram do estado. 

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

O poder de contaminação do novo coronavírus é avassalador e, com a crescente de casos no Brasil, todo o cuidado será importante para evitar que o pior aconteça por aqui.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.