Cachorros: você já parou para pensar como seu amigo enxerga?

Cachorros: você já parou para pensar como seu amigo enxerga?

Último Vídeo

Você provavelmente sabe que seu cãozinho te vê como a pessoa mais importante do mundo... Mas você já parou para pensar como ele enxerga, num sentido mais literal da palavra? Pois é! Os organismos — e os sentidos — dos cachorros são bem diferentes daqueles nos humanos. Por isso, eles também vêem o mundo à sua própria maneira. 

Para começo de conversa, a história de que os cães só enxergam em preto e branco não é verdadeira: estudos já mostraram que eles são capazes de distinguir o azul e o amarelo, além de tons de cinza. Mas eles não percebem a diferença entre verde e os tons de cinza. É... eles não enxergam cores tão bem, mas isso também não quer dizer que o mundo deles pareça um filme antigo, totalmente preto e branco. Vale a pena comprar um brinquedinho mais chamativo para o seu amigo. 

O cãozinho da foto está com um brinquedo cinza e branco — mas se fosse amarelo ou azul, ele também ia distinguir (Fonte: Unsplash)O cãozinho da foto está com um brinquedo cinza e branco — mas se fosse amarelo ou azul, ele também ia distinguir (Fonte: Unsplash)

Não para não!

Diferente de nós, humanos, os cães enxergam melhor no escuro, já que a estrutura dos olhos deles é mais preparada para isso. A retina deles é formada por um número maior de bastonetes, que servem justamente para detectar formas e movimentos com pouca luz. A nossa visão, por outro lado, tem mais cones, que servem para percepção de luz e criam uma visão mais detalhada. Isso ajuda a entender a questão das cores, aliás. 

Além disso, por conta dessa estrutura de seus olhos, os cães tendem a enxergar melhor os corpos que estão em movimento. Talvez seja por isso que seu amigo te encara quase toda vez que você se mexe.

Seu cão não fica parado? Quem sabe é porque ele enxerga melhor em movimento! (Fonte: Pexels)Seu cão não fica parado? Quem sabe é porque ele enxerga melhor em movimento! (Fonte: Pexels)

Tem um focinho aqui...

Agora, uma coisa que pode mudar de uma raça de cachorro para outra é o senso de profundidade. Geralmente, essa característica funciona melhor quando os cães têm os olhos mais próximos e olham para frente — ou seja, cães com focinho grande e olhos esbugalhados tendem a enxergar pior, porque o focinho bloqueia a visão. 

Além disso, diferentes raças podem ter características diferentes nesse sentido, mesmo com formatos de rosto e focinho semelhantes. Collies têm uma amplitude visual maior, enquanto labradores têm mais senso de profundidade, por exemplo. 

Agora, lendo mais sobre a visão dos cães, esse redator que vos escreve se pergunta... será que seu cãozinho pode estar precisando de óculos? Fica aí esse questionamento!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.