Arqueólogos acham sepultura de povo que inspirou Game of thrones

Arqueólogos acham sepultura de povo que inspirou Game of thrones

Último Vídeo

Boa notícia para os fãs de arqueologia: cientistas publicaram um estudo sobre uma ossada de cerca de 2500 anos encontrada na região da atual Sibéria, no território russo, em um túmulo pertencente à civilização Tagar.

E ótima notícia para os fãs de Game of Thrones: se você é fã de carteirinha da série, deve saber que trata-se da civilização usada como referência de criação para a casa Targaryen. Ou seja, da ascendência da Rainha Daenerys.

Túmulo

Túmulo coletivo da cultura guerreira Tagar, que inspirou a criação do clã Targaryen em GoT.
Túmulo coletivo da cultura guerreira Tagar, que inspirou a criação do clã Targaryen em GoT. (Fonte: Archeology)

A descoberta ocorreu durante escavações para a construção de uma ferrovia. Na sepultura milenar foram encontrados os restos mortais de um homem, duas mulheres (uma jovem e uma mais velha) e uma criança. É provável que essas pessoas tivessem proximidade familiar, mas o exame de DNA ainda confirmará se essa hipótese está correta.

O corpo da jovem senhora estava aos pés do casal adulto, que jazia lado a lado. Já o bebê sepultado possuía cerca de um mês de vida e estava com os ossos espalhados pelo túmulo. Os arqueólogos cogitam que, por serem mais leves, foram movidos por roedores que se alimentaram do corpo da criança.

Além dos corpos, foram encontrados no local artefatos de bronze, como punhais, machados, espelhos e um pente feito do chifre de um animal da região. As escavações ainda têm um longo período pela frente e os pesquisadores acreditam que muitos outros detalhes da cultura Tagar podem surgir no próximo período.

Guerreiros

Cenário siberiano não deixa nada a desejar em relação às paisagens de Game of Thrones.
Cenário siberiano não deixa nada a desejar em relação às paisagens de Game of Thrones. (Fonte: Archeology)

O século V a.C., período provável do enterro das pessoas encontradas no túmulo siberiano, faz parte do período chamado Idade de Ferro. Por isso, foram encontrados junto aos corpos uma série de artefatos que seriam necessários aos falecidos no mundo dos mortos e demonstram que as cenas de sangue da série estadunidense também ocorriam no mundo real.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.