Briga de dinossauros em forma de fóssil será exposta em 2022

Briga de dinossauros em forma de fóssil será exposta em 2022

Último Vídeo

O confronto entre dinossauros sempre foi muito bem retratado em filmes como Jurassic Park. Entre os paleontólogos, sempre existiu esta curiosidade em saber o que realmente acontecia entre as espécies que entraram em extinção. 

A primeira pista apareceu em 2006, quando uma erosão de rocha sedimentar, da Formação Hell Creek, em Montana (EUA), apresentou um dos fósseis mais incríveis já descobertos até hoje.

Batalha de Dinossauros

Os restos mortais de um Tyrannosaurus rex  e Triceratops horridus foram encontrados em uma rocha sobrepostos e com marcas de briga. Um dos dentes do T-Rex foi encontrado cravado no herbívoro. Conhecida como “Duelo de Dinossauros”, a peça será exposta no Museu de Ciências Naturais da Carolina do Norte, em 2022.

..
Parte do fóssil “Duelo de Dinossauros” encontrado em Montana (EUA)

“Ainda não estudamos o fóssil”, disse Lindsay Zanno, chefe de paleontologia do museu. “A preservação é fenomenal e planejamos usar todas as inovações tecnológicas disponíveis para revelar novas informações sobre a biologia dos animais. Este esqueleto mudará para sempre nossa visão dos dois dinossauros favoritos do mundo”, concluiu.

A pedra preciosa foi doada pelos Amigos do Museu de Ciências Naturais da Carolina do Norte na última terça-feira (17). A organização, que não possui fins lucrativos, adquiriu os fósseis usando fundos privados.

100% preservado

O “Duelo de Dinossauros” está entre os fósseis mais bem conservados da história da humanidade. Pesquisadores acreditam que o esqueleto do Tiranossauro Rex é o único fóssil  100% completo.  

...
Contornos corporais e tecidos permaneceram intactos ao longo dos anos

Por mais que muitos pesquisadores acreditem que os dois animais tenham se confrontado, ainda existem muitas dúvidas sobre o que realmente ocorreu. “O Museu está entusiasmado com a oportunidade única de abrigar e pesquisar uma das mais importantes descobertas paleontológicas de nosso tempo”, disse Eric Dorfman, diretor e CEO do Museu de Ciências Naturais da Carolina do Norte.

Com certeza os próximos anos serão fundamentais para sabermos o que realmente houve com eles: uma briga feroz que levou a morte dos dois, ou um duplo assassinato. A exposição deve ficar em exibição pública por cinco anos.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.