Os animais riem da mesma forma que os humanos, diz pesquisa

Ficando por longos períodos em casa, muitas vezes damos boas risadas vendo as travessuras de nossos bichos, como cães e gatos. Segundo os pesquisadores da evolução, o riso humano é um sinal de que queremos participar da brincadeira, como forma de cooperação ou amizade.

Só que não rimos sozinhos; os animais riem também. Uma pesquisa científica divulgada na revista Bioacoustics revelou que “um fenômeno que antes se pensava ser particularmente humano acabou por estar intimamente ligado ao comportamento compartilhado com espécies separadas dos humanos”.

Autores do trabalho, a primatologista e graduanda em Antropologia da UCLA Sasha Winkler e o professor de Comunicação Greg Bryant, também da universidade de Los Angeles, investigaram a literatura científica existente a respeito do comportamento de animais em brincadeiras, em busca de referências a sinais vocais.

Metodologia

Fonte: HD Wallpapers New/ReproduçãoFonte: HD Wallpapers New/Reprodução

Em seguida, os cientistas pesquisaram se essas vocalizações de animais eram ruidosas ou tonais, altas ou baixas, agudas ou graves, curtas ou longas, buscando um padrão rítmico que pudesse ligá-las a outras características conhecidas.

Esse comportamento de jogo vocal foi encontrado em pelo menos 65 espécies animais, que incluíam primatas, vacas, cães domésticos, raposas, focas, mangustos e até mesmo em algumas espécies de pássaros, como os periquitos e os pegas australianos.

Análise dos resultados da pesquisa

Fonte: Everypixel/ReproduçãoFonte: Everypixel/Reprodução

Uma dificuldade de definir o que é “brincadeira” no reino animal é a característica violenta da manifestação, que às vezes se assemelha a uma luta. Segundo o artigo, emitir determinados sons é uma forma usada pelos bichos para confirmar a não agressão nessas contendas.

Por isso, em seres humanos, o riso fornece informações a outras pessoas de que aquela algazarra que estamos fazendo não apenas é uma brincadeira como também pode estar aberta à participação de terceiros. Isso significa, segundo os estudiosos, que a nossa gargalhada é a evolução humana de uma brincadeira vocal antiga.

A pesquisa mostrou que os sinais de reprodução vocal são na maioria das vezes imperceptíveis, mas quando vocalizados em um tom mais alto, sugerem claramente uma função de transmissão, sejam em humanos ou em outras espécies de animais.

Ao descrever comparações de vocalizações lúdicas com animais, a pesquisa acaba revelando algumas pistas da forma e função do riso humano.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.