Brasileiros criam método para prevenir extinção de abelhas

Responsáveis pela polinização de 80% das plantas e vegetais do planeta, as abelhas são vistas como peça fundamental para o funcionamento de diversos ecossistemas. Entretanto, há algum tempo existe uma certa preocupação dentro da comunidade científica sobre uma possível extinção das abelhas e o que isso poderia acarretar para o andamento da natureza.

Pensando nisso, um grupo de pesquisadores brasileiros desenvolveu a plataforma GeoApis, que conta com a possibilidade de cadastramento de apicultores e agricultores para gerar a comunicação entre os profissionais de uma área em comum. O projeto tem em mente evitar desastres nos apiários e diminuir o número de mortes de abelhas nos campos.

Desenvolvimento da plataforma

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Apelidado de "Tinder" dos insetos polinizadores, o GeoApis surgiu como projeto tecnológico feito em parceria pela Converge, empresa de engenharia fundada em 2019, e da Bycoders_, uma empresa curitibana de planejamento e desenvolvimento de softwares.

Tendo em vista a importância das abelhas para o meio rural, o grupo decidiu desenvolver uma plataforma que proporcionasse uma boa comunicação entre os profissionais do campo e que colocasse a taxa de mortalidade das abelhas como ponto central da discussão.

"Mudanças climáticas, a ação do homem, falta de relacionamento e comunicação entre produção agrícola e criadores de abelhas e por vezes o uso incorreto de defensivos agrícolas, são questões primordiais a serem discutidas sobre a problemática da mortalidade de abelhas. Por isso, a relação entre agricultura e apicultura é tão importante", explicou a engenheira agrônoma Elaine Basso. 

Redução da mortalidade

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

A criação do GeoApis é fruto de um estudo de sete anos envolvendo o campo da apicultura. Por meio dessa análise, os pesquisadores notaram que existia uma necessidade de mapear os profissionais envolvidos nessa relação e conectar essas classes para o desenvolvimento de uma relação sustentável.

Através da tecnologia de ponta utilizada na plataforma, os agricultores poderão cadastras as propriedades de suas plantações e informar os dias de pulverizações sobre seus terrenos. Essas informações ajudarão a emitir um alerta para os apicultores num raio de 6 km, criando um sistema para que as abelhas sejam protegidas.

Dessa forma, cria-se um meio rápido e intuitivo para prevenir a extinção de um dos insetos mais importantes para a manutenção da vida humana na Terra e um modelo de coexistência harmônica e sustentável para os profissionais do campo. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.