01
Compartilhamento

Cachorros nascem sabendo nadar?

Se você já experimentou levar seu cachorro para passear em alguma região com bastante água, é bem provável que não tenha demorado muito para ele se arriscar e sair brincando por aí. De maneira geral, os cães são ótimos nadadores, conseguem permanecer boiando e remam para se impulsionar pela água.

Porém, como é que eles adquiriram essa habilidade? Eles simplesmente nasceram já sabendo como nadar? Essas são perguntas que realmente depende da raça de cada cachorro e, mesmo assim, pode se dizer que algumas delas foram criadas para serem assim — ao contrário de terem nascido com essa capacidade.

Importância da genética

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Raças como os Labradores e os Duck Tolling Retrievers foram encorajadas a nadar para ajudar pescadores e caçadores em suas missões ao longo da história. Outras, como o Cão D'água Irlandês, desenvolveram um casaco de pele impermeável para facilitar a natação.

Esses são alguns exemplos de cães que não apenas amam estar na água, mas que foram fisicamente equipados para lidar com ela. Enquanto isso, outros cachorros podem simplesmente confiar no instinto de remar para se locomover pela água, embora isso não seja exatamente nadar.

Se você notar que o seu cão não está se movendo com muita naturalidade, é provável que ele tenha entrado em modo de sobrevivência. Algumas raças, como Buldogues, Dachshunds, Boxers e outros tipos com pernas curtas ou volumosas, podem afundar como uma pedra na água, visto que seus pequenos membros são incapazes de gerar força suficiente para movê-los.

Aprendendo a nadar

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Mesmo se o seu cão parece desconfortável na água ou simplesmente se recusa a entrar dentro dela, existe uma boa notícia: é possível ensiná-lo a nadar! Um bom primeiro passo pode ser comprar um colete salva-vidas para que ele se acostume com a sensação de boiar e não entre em desespero com qualquer coisa.

Assim, ele poderá encontrar uma maneira eficiente de usar seus membros para remar — utilizando uma combinação entre patas traseiras e dianteiras. Usar brinquedos e mostrar a eles como a água pode ser divertida também são excelentes recursos para incentivá-los a participar.

Tenha certeza de que a temperatura da água está agradável para um cão (aproximadamente 37ºC). Vá aumentando o tempo de exercício aos poucos para que seu animal não engula muita água durante esse processo. Caso você não se sinta apto a realizar esse treinamento, também existem escolinhas de natação para cachorros capacitadas a te ajudar nesta etapa. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.