Mariposa-luna: a vida de um dos mais belos insetos noturnos

Ao longo de sua vida, o botânico, zoólogo e também médico, Lineu, descreveu e classificou diversos insetos. Um deles foi a Actias luna, popularmente conhecida como mariposa-luna. Não se sabe exatamente os motivos para a escolha. Talvez, lá em 1758, ele tenha associado os pontos nas asas da mariposa com a lua. Ou a tenha considerado como um avatar lunar: repousa durante o dia e se movimenta a noite de forma sutil e pálida, mas espetacular.

(Fonte: Greenme/ Reprodução)(Fonte: Greenme/Reprodução)

Nascer, procriar e morrer

As mariposas-luna estão entre as maiores espécies de mariposas da América do Norte, com uma envergadura que pode chegar a 10 cm. As larvas passam por cinco estágios e completam a metamorfose em cerca de três semanas. Normalmente, a mariposa-luna rompe seu casulo pela manhã como uma estratégia para dar tempo de suas asas secarem antes do primeiro voo noturno.

(Fonte: Wikipedia/ Reprodução)(Fonte: Wikipedia/Reprodução)

A Actias luna é um inseto muito peculiar. Uma das características mais interessantes dessas mariposas é que não comem nada quando adultas. Elas têm apenas vestígios de uma boca, mas nenhum sistema digestivo. Com uma expectativa de apenas uma semana de vida, o único propósito do inseto é se reproduzir antes da morte.

A surpreendente camuflagem acústica

Tal como outros insetos na natureza, as mariposas-luna dependem de suas habilidades de camuflagem visual quando adultas. Suas asas verdes, por exemplo, se misturam perfeitamente com qualquer monte de folhas largas garantindo proteção.

(Fonte: Wikipedia/ Reprodução)(Fonte: Wikipedia/Reprodução)

No entanto, o mais incrível é que esses insetos desenvolveram uma espécie de camuflagem acústica para evitar a captura por morcegos. O segredo está nas longas e retorcidas caudas nas asas traseiras.

Quando voam, as caudas giram atrás delas criando ecos com sons parecidos ao de bater de asas. Para o morcego ecolocalizador, esse som dá a entender que se trata do corpo do inseto. Ao confundir seus predadores que acabam atacando as caldas em cerca de metade das tentativas a mariposa-luna garante um tempo maior de vida para cumprir seu papel de reprodutora.

Mas apesar de tanta eficiência na proteção contra seus predadores na natureza, a Actias luna não escapa da ação humana. Além de ter uma vida extremamente curta, ainda é alvo de colecionadores devido a sua beleza.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.