Seja o primeiro a compartilhar

Taxonomia: como os nomes dos animais são escolhidos?

Para quem trabalha no campo da pesquisa taxonômica, dar nome para uma nova espécie é uma das partes mais incríveis do ofício. Porém, essa também é uma tarefa bastante importante. Eis o porquê: diferente do que acontece com os nomes comuns que usados popularmente, o nome científico é único daquele animal e serve como o seu "cartão de visita".

Então, como é que o nome científico é decidido? Para entendermos mais sobre esse assunto, precisamos entender quais são as regras que limitam as nomenclaturas, conhecer alguns dos nomes mais curiosos que existem por aí e aprender mais sobre a razão pela qual todos os nomes aparecem em latim. Olha só!

Regras de nomenclatura

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Os nomes científicos ajudam os cientistas ao redor do mundo conversarem na mesma língua sem precisarem de um tradutor. Por exemplo, se pesquisadores estão falando sobre baratas, eles saberão que o nome Periplaneta americana refere-se às baratas americanas sem precisar de muitas explicações. Isso também vale para outras criaturas com nomes comuns idênticos, mas diferenciadas cientificamente.

Porém, receber um nome científico pode ser um desafio. No mundo, existem cerca de 8,6 milhões de espécies de animais e apenas 1,2 milhão delas estão batizadas. Como são muitos nomes e muitas criaturas para acompanhar, é necessário que existam algumas regras práticas.

Dessa forma, o Código Internacional de Nomenclatura Zoológica determina como novas espécies de animais são nomeadas e as regras mais relevantes que você deveria ter conhecimento são essas:

  • O nome precisa ser único, podendo haver repetição no nome do gênero ou no nome da espécie, mas jamais em ambos;
  • Nenhum nome deve conter uma ofensa em qualquer âmbito. Historicamente, cientistas já fizeram isso para travar guerras com rivais, mas isso não deve mais se repetir;
  • Novas espécies não são batizadas com o nome do pesquisador. Em geral, o nome científico costuma ser uma homenagem a outra pessoa ou outro tipo de observação.

Nomes curiosos

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Quando o assunto é batizar uma nova espécie, cientistas ao redor do mundo já demonstraram que conseguem ser bastante criativos. Por exemplo, a pesquisadora Bryan Lessard decidiu nomear a curiosa "mosca dourada" de Scaptia beyonceae em 2011, tudo isso em homenagem à cantora Beyoncé.

A aranha Aphonopelma johnnycashi, por sua vez, recebeu o nome de Johnny Cash. O motivo? Essa espécie é encontrada perto da área da prisão de Folsom, na Califórnia, e os machos adultos são geralmente da cor preta, muito similar ao jeito que o renomado cantor e compositor norte-americano gostava de se vestir.

Outra coisa que a maioria das pessoas não sabe é que os nomes científicos são escritos em latim pois essa sempre foi historicamente a linguagem da ciência e desde então essa tendência tem permanecido intacta até o século XXI. Então, se você descobriu uma nova espécie e está pronto para nomeá-la, é melhor ir atrás de um tradutor imediatamente!

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.