Seja o primeiro a compartilhar

6 razões pelas quais os tardígrados são incríveis!

O que esperar de uma criatura que tem o apelido de urso d'água? Os tardígrados são animais microscópicos relacionados aos artrópodes, mas que não recebem o reconhecimento que merecem. Afinal, tamanho não é documento e esses bichinhos são capazes de fazer coisas impressionantes para o seu tamanho.

Então, mesmo que você não ache eles uma gracinha de aparência, ao final desse texto você terá que concordar com a afirmação de que eles são criaturas cativantes. Veja só essa lista com seis motivos pelos quais os tardígrados são talvez umas das criaturas mais legais do mundo!

1. Únicos

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Existem cerca de 1,1 mil espécies de tardígrados por aí, mas o que exatamente são eles? Acredita-se que os tardígrados estejam intimamente relacionados a artrópodes como crustáceos, aranhas e outros insetos, porém eles não podem ser diretamente relacionados a essa família.

Esse rótulo vem principalmente por conta de sua aparência. Na realidade, os tardígrados são organismos multicelulares que evoluíram a partir de células eucarióticas. Isso simplesmente significa que eles têm mais células do que bactérias, que nunca cresceram para ser mais que organismos unicelulares. 

2. Dentes assassinos

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Um aspecto surpreendente dos ursos d'água é que eles conseguem sobreviver a certas condições que a maioria dos animais do mundo não pode. Eles têm um corpo translúcido com um exoesqueleto que consiste em quatro segmentos e oito pernas curtas com quatro garras minúsculas em cada uma, usadas para agarrar as superfícies das quais se alimentam. 

O mais legal, no entanto, são suas bocas, as quais podem se estender para fora do corpo como uma lança e estão cheias de dentes afiados. Eles usam essa ferramenta para perfurar e sugar o líquido de suas refeições. 

3. Dieta de fungos

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Se o último tópico te deixou preocupado, saiba que os tardígrados não são assustadores assim. A dieta dessas criaturinhas é feita de musgos, plantas com flores, bactérias e fungos. Eles também são conhecidos por sugarem células animais, e alguns deles são na verdade canibais, comendo outros tardígrados. 

O mais importante disso tudo é que eles não têm tanto interesse assim pelos humanos, mas atuam devorando pragas e doenças localizadas que afetam a nossa espécie. Grandes amigos, né?

4. Quase imortalidade

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Os tardígrados são criaturas bem resistentes, mas isso não significa que eles não podem morrer de nenhuma maneira. Por exemplo, um urso d'água definitivamente não consegue sobreviver ao ácido estomacal humano. Isso é algo extremamente positivo, porque você certamente já engoliu alguns deles na água alguma vez sem saber.

Além disso, eles não podem sobreviver a um impacto superior a 3.218 km/h — o que significa basicamente tomar um tiro. 

5. Reprodução diversificada

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Os tardígrados podem se reproduzir de algumas formas diferentes, inclusive assexuadamente em certas espécies. A fêmea põe os ovos e eles se desenvolvem por conta própria, sem necessidade de fertilização externa. Isso elimina a necessidade de que existam machos na espécie. 

Em espécies que acasalam, a fêmea implanta os ovos fertilizados na cutícula da pele. Os ovos levam cerca de 40 dias para se desenvolver e às vezes 90 dias se forem dessecados. 

6. Alienígenas?

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Por serem criaturas tão únicas e com atributos tão estranhos, existe a crença de que os tardígrados seriam animais alienígenas que chegaram na Terra em um meteoro. Isso é provavelmente mais ficção científica do que fato, mas não deixa de atiçar a curiosidade popular.

Inclusive, uma espaçonave israelense já os levou para testar suas capacidades de sobrevivência no vácuo do espaço e nas várias formas de radiação. Entretanto, as criaturas caíram da nave e não se sabe até hoje se eles permaneceram vivos.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.