Seja o primeiro a compartilhar

Gatos: as 6 raças mais fofas de acordo com a ciência

Todo mundo que é tutor de um gato acha que seu bichano o mais lindo que existe. Pode até ser. Mas, segundo a ciência, algumas raças são mais "perfeitas" que as outras.

A análise é feita por conta da chamada proporção áurea, um cálculo matemático que relaciona a distância ideal entre comprimento e largura. Há muitos cientistas que afirmam que tudo que se aproxima da proporção áurea tende a ser mais agradável à visão humana.

Vejamos então as 6 raças de gatos que, teoricamente, têm a melhor proporção áurea - por isso, são os mais fofos que existem.

6. Curl Americano

(Fonte: My Txai)(Fonte: My Txai)

O Curl Americano é conhecido por uma característica distinta: ele tem as orelhas arredondadas, levemente voltadas para trás. Esta marca se dá por conta de uma mutação genética, e faz parecer que ele está sempre atento.

São gatos que costumam ter pelagem longa e macia, além de aparecer em várias cores. A raça também é conhecida como uma das mais saudáveis que existem: não há doenças genéticas associadas a este gato.

5. Siberiano

(Fonte: Pet Caramelo)(Fonte: Pet Caramelo)

Originário da Rússia e da Ucrânia, o siberiano era um gato selvagem que foi domesticado. Por conta de sua pelagem densa, com três camadas, ele é adaptado para suportar temperaturas muito baixas.

São gatos dóceis que costumam ser muito ligados à sua família. Por conta da seleção natural que atravessaram, têm organismo forte e não são propensos a terem muitos problemas de saúde.

4. Ragamuffin 

(Fonte: Zoolove)(Fonte: Zoolove)

O Ragamuffin é um gato de grande porte. Ele surgiu como um cruzamento de outra raça, o Ragdoll, com gatos siameses e persas.

São gatos grandes e dóceis, com pelagem macia e felpuda e olhos arredondados. Costumam ser muito adaptáveis a mudanças no ambiente e também podem ser bem ativos.

3. Manês

(Fonte: Amigo Pet)(Fonte: Amigo Pet)

O gato Manês tem uma característica muito estranha: ele não tem rabo. Há várias hipóteses que explicam isto, mas a principal delas é que a ausência de cauda decorre de uma mutação genética que alterou sua coluna vertebral.

Esta falta do rabo alterou a forma que o Manês se locomove: por conta da dificuldade com o equilíbrio, ele pode andar de forma semelhante a um coelho, dando pulinhos. São gatos dóceis, de pelo curto, e que, segundo alguns donos, têm temperamento semelhante ao dos cães.

2. Gato Azul Russo

(Fonte: Animal)(Fonte: Animal)

Como o nome da raça deixa claro, este é um gato originário do leste europeu. Ele tem uma pelagem em dupla camada em um belo tom de cinza que lembra o prateado.

Com olhos esverdeados brilhantes, o Azul Russo costuma ser procurado pelas famílias por conta de seu temperamento doméstico, embora possa ser um pouco arisco com estranhos. Além disso, a raça é conhecida por ser uma das que menos destrói a casa dos donos.

1. Norueguês da Floresta

(Fonte: Pinterest)(Fonte: Pinterest)

No alto do pódio dos gatos mais proporcionais, temos o belo Norueguês da Floresta, uma raça musculosa, com estrutura óssea robusta e pelagem bastante grossa - que, inclusive, dá a impressão dele maior do que realmente é.

A raça deriva de gatos selvagens da Escandinávia. Sua pelagem comprida e densa, com três camadas, é capaz de protegê-lo do vento e da neve. Apesar de ser dócil, o Norueguês da Floresta tem um instinto caçador - por isso, os donos devem ter grades ou telas nas janelas, para evitar que pulem em busca de uma presa.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.