Seja o primeiro a compartilhar

Quais informações o Google guarda sobre você?

Não há dúvidas de que, quando falamos em tecnologia, o Google certamente é uma das empresas mais influentes na atualidade. Com um grande volume de informações circulando em seus servidores, é normal que ele acabe retendo muitos dados dos mais variados tipos, inclusive alguns que você fornece durante a sua navegação.

Ficou curioso para saber que tipo de dados o Gigante das Buscas coleta? Confira cada um deles a seguir.

Quais informações o Google guarda sobre você?

Histórico de pesquisa do Chrome

Sendo o Chrome um navegador criado pela Google, é de se esperar que ele acabe guardando alguns dados. Na verdade, isso acontece com todos os softwares do gênero, visto que esse backup ajuda a otimizar a experiência do usuário em diversos sentidos.

Após o lançamento da versão 69 do Chrome, muitos desses dados passaram a ser coletados de maneira mais voraz graças a sincronização automática com a conta Google. Vale ressaltar, entretanto, que o mecanismo não funciona da mesma forma caso esteja em uma aba anônima.

(Fonte: Shutterstock/Reprodução)(Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Dados de compra

Quando você acessa um site de loja, é comum encontrar a opção de fazer login com a conta Google — que na maior parte dos casos é o seu Gmail. Dessa forma, o Gigante das Buscas pode conhecer quais itens você comprou, em que data a transação foi feita, o número do seu pedido e muito mais.

Também é comum que alguns usuários acabem mantendo dados de seus cartões, sejam eles de débito ou crédito, no navegador. Na pressa, muitos acabam clicando na sugestão do navegador de guardar essas informações para compras futuras e acabam se arrependendo posteriormente.

Senhas de contas e serviços

Tal como mencionamos no caso dos cartões no bloco acima, também é comum que os usuários permitam que o navegador (neste caso, o Chrome) guarde as senhas para que, ao acessar aquela página novamente, não tenha o trabalho de fazer o login novamente. Dessa forma, esse é mais um dado que o Google sabe sobre você.

(Fonte: Shutterstock/Reprodução)(Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Histórico de localização

Não há dúvidas de que o Google Maps é um serviço que ajuda bastante. Seja para um deslocamento andando ou de carro, o auxílio com mapas consegue traçar um caminho inteiro sem grandes problemas. Esses trajetos também se tornam algo armazenado pelo Google, bem como os locais em que você esteve com o auxílio da navegação.

Visualizações do YouTube

Por fim, mencionaremos aqui os seus registros de pesquisas e vídeos visualizados no YouTube. Quando você assiste a um vídeo, a plataforma começa a registrar as suas preferências para fazer sugestões baseadas em seus gostos. Ah, e sim: o site de vídeos é de propriedade da Gigante das Buscas. 

Como descobrir tudo que o Google sabe sobre mim?

Para saber tudo que o Google já registrou sobre você, basta fazer o seguinte:

  • Logue em sua conta Google (no site de buscas mesmo) e depois acesse o site takeout.google.com/settings/takeout;
  • Observe na tela seguinte todos os serviços que guardam seus dados. Escolha sobre quais deles deseja saber e clique em Próxima etapa;
  • Escolha o método de exportação, como quer receber esses dados (se por e-mail, Dropbox ou Google Drive), a frequência para recebê-los (é possível apenas uma vez ou bimestralmente pelo período de um ano) e tamanho (de 1 GB a 50 GB);
  • Clique em Criar exportação, faça o download quando estiver tudo correto e explore os arquivos em busca dos dados que deseja posteriormente.

Dessa forma, você consegue exatamente quais dados o Google tem armazenados sobre você. Lembrando que dentro de cada serviço também é possível excluir dados para aumentar a sua privacidade, como apagar o histórico de vídeos visualizados do YouTube, por exemplo.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.